Situação dos entregadores de aplicativo é tema de audiência pública na Câmara de Niterói

A Câmara Municipal de Niterói realizou na terça (15) uma audiência pública sobre a abordagem da Guarda Municipal e da Polícia militar e a precarização do trabalho dos entregadores de aplicativo.

Durante a reunião, os profissionais de delivery falaram das dificuldades que passam ao realizarem o serviço em Niterói e encaminharam alguns pedidos para que o poder público niteroiense encontre medidas que para que os agentes da GM deixem de exercer a função de agentes de trânsito. Segundo os profissionais, isso tem causado uma grande quantidade de denúncias a respeito de multas aplicadas a entregadores.

Entre as soluções pensadas está a possibilidade de uma oferta de microcrédito e auxílio para auxiliar que um entregador consiga ter a Carteira Nacional de Habilitação e a elaboração de uma espécie cadastro dos entregadores que trabalham em Niterói. Isso vai permitir que os profissionais o estacionamento na hora das entregas sem que ninguém seja multado.

Também ficou decidido que um grupo de trabalho envolvendo a Prefeitura, a Câmara Municipal, a OAB e entregadores será criado. O objetivo é elaborar um protocolo de atuação dos agentes públicos nas abordagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − sete =