Sistema de monitoramento por câmeras começa dar resultados

Augusto Aguiar –

Desde o último dia 9 Niterói ingressou numa nova fase do sistema de patrulhamento, pautado na maior parte do tempo por câmaras de segurança, instaladas em diversos pontos da cidade. As imagens chegam a a Sala de Operações e Gerenciamento de Crises, instalada no 12º BPM, em caso de ocorrências, policiais posicionados nas proximidades são acionados imediatamente, o que resulta em maior velocidade e eficácia. As câmaras são resultados da parceria com a Ong Viver Bem e com outros órgãos da sociedade civil. Os resultados dessa parceria já começaram a surgir na forma de prisões sendo efetuadas e uma maior sensação de segurança nas ruas.

Em face ao chamado crime de roubos de rua, pelo menos duas prisões já foram efetuadas com base em imagens de câmeras de segurança, que flagraram bandidos em ação durante o horário da madrugada no Centro. As câmeras também estão sendo apontadas como uma importante ferramenta para redução dos roubos de veículos. Policiais militares, que realizam patrulhamento nas ruas estão se adaptando ao novo sistema, que nos casos de roubo além de acionar a guarnição, com base nas imagens geradas em tempo real ainda orienta os policiais o melhor caminho para localizar e prender os envolvidos no delito, em caso de fuga, por exemplo. A nova Sala de Operações e Gerenciamento de Crise coordena imagens de 300 câmeras espalhadas pela cidade, integrando ações também relacionadas a Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros, por exemplo.

Com nova ferramenta de trabalho, o 12º BPM espera reduzir os mais recentes números divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), referentes ao mês de março, como roubo a estabelecimento comercial (57 ocorrências), roubo de veículos (201), roubo de transeunte (463), roubo de coletivo (69), e roubo de aparelho de celular (95).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + seis =