Sistema BHLS da TransOceânica terá frota ampliada com mais 40 ônibus

A frota do BHLS será ampliada com a aquisição de 40 novos ônibus. O lançamento do edital está previsto para as próximas semanas. Esta é a segunda fase de implantação do sistema, que permitirá a migração das linhas municipais que ainda não circulam pelo corredor viário da TransOceânica.

O secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, enfatizou que a nova frota, juntamente à obra de alargamento da Avenida Marquês do Paraná, no Centro, permitirá uma redução não só no intervalo das linhas que serão migradas, como também das linhas Oceânicas 1,2 e 3, que já trafegam pelo corredor viário.

A primeira fase do BHLS entrou em operação no dia 27 de abril, com 43 ônibus, possibilitando a migração de parte das linhas que circulam na Região Oceânica. Atualmente, são cerca de 20 mil passageiros utilizando o sistema diariamente, com uma redução no tempo de deslocamento de até meia hora por dia. Os ônibus BHLS são os primeiros deste tipo a circular no Estado.

Apesar do pouco tempo em operação, o sistema BHLS já é reconhecido nacionalmente. Este mês, uma comitiva formada por secretários de Sorocaba (SP) visitou as estações e o corredor viário da TransOceânica.

“Esta é a segunda comitiva que vem conhecer de perto o sistema. No ano passado, recebemos representantes de São José dos Campos (SP). Isso mostra que o nosso sistema já está gerando uma repercussão positiva não só no município como em outras cidades. Este é um sistema inovador no Brasil”, explicou Renato Barandier.

Sorocaba já tem uma experiência com BRT e está implantando um corredor com 32 quilômetros, três terminais e 26 estações.

“Estamos implantando o BRT em Sorocaba, estamos na fase de construir as estações, queríamos conhecer outras versões de estações e, por isso, escolhemos Niterói”, afirmou o secretário de Mobilidade e Acessibilidade Urbana de Sorocaba, Gilmar Tadeu Ribeiro Alves. “Nessa viagem pelo sistema de Niterói, deu para perceber que o corredor viário e o BHLS melhoraram a mobilidade da cidade, com transporte público tendo ônibus confortáveis e ar-condicionado. O poder público tem que trabalhar para melhorar, cada vez mais, o conforto e os serviços que são oferecidos para a população no seu deslocamento, e é isso que está sendo feito aqui em Niterói”, acrescentou.

Acompanhado da comitiva de Sorocaba, Renato Barandier aproveitou para destacar os avanços conquistados na mobilidade urbana de Niterói.

“Niterói vive um novo momento quando se trata de mobilidade urbana. No fim de 2019, apresentamos o Plano Municipal de Mobilidade Sustentável, que inclui uma série de intervenções urbanas e viárias, algumas já em andamento, com o objetivo de melhorar a mobilidade em toda a cidade. Temos importantes intervenções acontecendo em diferentes pontos da cidade”, disse Barandier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *