Sindicato recomenda que rodoviários não circulem em áreas de risco

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) emitiu uma nota nesta segunda-feira (12) onde recomenda a todos os motoristas de ônibus que não circulem em áreas onde haja qualquer tipo de ameaça promovida por marginais. O comunicado aconteceu poucas horas depois que um ônibus foi incêndiado na Zona Sul de Niterói.

“A entidade classista repudia atos terroristas, como o registrado na tarde desta segunda-feira (12), quando um coletivo do consórcio Transoceânico, da linha 37 (Badu-Centro), foi incendiado na Avenida Ruy Barbosa, em São Francisco, área nobre da Zona Sul de Niterói, e outros ficaram reféns, na linha de tiro entre policiais e bandidos, nas comunidades da Grota e do Viradouro”, comentou a entidade.

Entre 2018 e 2019, pelo menos cem ofícios foram enviados pelo Sintronac para autoridades municipais e estaduais, além do Ministério Público e da Justiça, cobrando providências para que seja garantida a segurança de rodoviários e passageiros. No entanto, a presença de marginais fortemente armados em comunidades onde circulam ônibus têm sido um desafio que, aparentemente, está além da capacidade do poder público solucionar.

A Diretoria do sindicato lamenta que a população venha a sofrer com a falta de transporte público em determinadas regiões, no entanto, os rodoviários são apenas trabalhadores comuns, portanto não podem arriscar suas vidas e sua saúde para enfrentar criminosos com poder de fogo e organizados em nível militar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *