Sindicato aciona MP sobre salário atrasado no Heat

Raquel Morais

O Sindicato dos Médicos de Niterói, São Gonçalo e Região (SindMed) fez uma denúncia ao Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ) sobre o atraso do pagamento do 13º salário dos funcionários do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, em São Gonçalo. Cerca de 400 funcionários, entre celetistas e concursados, estão aguardando os acertos. Amanhã representantes do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Niterói vão realizar uma assembleia, no pátio da unidade de saúde, às 7h30min para decidirem sobre a aceitação da possibilidade de parcelamento da dívida em quatro vezes.

Segundo informações de funcionários que não se identificaram, o pagamento dos vencimentos de dezembro foi acertado há poucos dias. Já o 13º salário ainda está atrasado, com probabilidade de parcelamento, o que será definido pelos trabalhadores no encontro de amanhã. Os funcionários são contratados por regime de Organização Social (OSs) pela Associação Congregação de Santa Catarina. O MPT-RJ informou que já tem uma ação civil pública ajuizada desde 2015 contra a associação em questão por atraso de salários. Já foi requerido por parte do MPT-RJ a tutela inibitória, que solicita a abstenção da prática. Agora a ação se desenvolve no judiciário. Ainda segundo informe as novas denúncias recebidas pelo MPT-RJ, que demonstram repetição na conduta da empresa, são juntadas ao procedimento de ação judicial.

Médicos, enfermeiros, motoristas de ambulâncias, administrativos e auxiliares de serviços gerais são alguns dos funcionários que aguardam os acertos. “Fiz a denúncia e isso é lamentável acontecer com a área da saúde. Estamos vendo esses atrasos em outras áreas, como educação e segurança, por exemplo, mas não temos culpa que os governantes não souberam administrar o dinheiro do povo”, apontou o presidente do SindMed, doutor Clóvis Cavalcanti.

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) informou em nota que, de acordo com as informações passadas para a SES pela OSs responsável pela gestão do Heat, o pagamento do 13º salário dos colaboradores será regularizado em breve. Já a Associação Congregação de Santa Catarina não se manifestou sobre o assunto até o fechamento dessa edição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + catorze =