Sidão concorda com refúgio do Botafogo por vaga na Libertadores

O Botafogo vive uma sequência de quatro jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro. Com isso, os alvinegros viram os adversários na briga por um lugar no G-6 encostarem faltando apenas dois jogos para o fim da Série A. Por conta disso, o técnico Jair Ventura mudou a rotina de treinos do elenco esta semana, que vai trabalhar concentrado no Cefat, em Niterói, na região metropolitana do Rio. O goleiro Sidão aprovou a medida do comandante na reta final da temporada.

“O Jair nos passou a decisão de ir para o Cefat para nos concentrarmos ao máximo para buscar essa vaga na Libertadores. A partir de hoje estamos totalmente concentrados na partida contra a Ponte Preta. Eu acho válido. É a chance da minha vida. Continuo pensando dessa forma. Quero entrar na história do clube. Essa é minha opinião pessoal. Temos mais privacidade, dá para trabalharmos mais, descansar mais, se alimentar melhor e tudo isso ajuda”, disse o arqueiro alvinegro.

Sidão ressaltou que o técnico Jair Ventura conversou com o elenco sobre a concentração. O goleiro tentou tirar um pouco da pressão sobre o elenco ao afirmar que a vaga para a Libertadores não é uma obrigação.

“O Jair nos passou isso e concordo com ele. Não é obrigação a classificação, mas é algo que a gente quer. Queremos colocar o Botafogo na Libertadores de 2017. Todos falaram que seriamos rebaixados, surpreendemos e fizemos uma boa campanha. A gente quer essa vaga. Até por isso vamos nos privar de algumas coisas para conquistar essa vaga”, completou.

O Botafogo está na sexta colocação, com 55 pontos e para ficar perto da vaga na Libertadores precisa vencer a Ponte Preta, neste sábado, no estádio Luso-Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *