Shows da Semana dos Direitos Humanos são cancelados em Maricá

Em decorrência da chegada da nova variante Ômicron ao país todos os shows previstos para a Semana dos Direitos Humanos em Maricá, nos dias 10 e 11 de dezembro de 2021 foram cancelados. A Prefeitura informa ainda que, tão logo haja compreensão das autoridades sanitárias sobre o cenário pandêmico, serão anunciadas as novas datas para a realização das apresentações musicais. As demais atividades previstas para a Semana dos Direitos Humanos permanecem mantidas.

 Uma campanha de doação de sangue no estacionamento do Shopping Boulevard Maricá, no Centro foi realizada. A ação fez parte do segundo dia de atividades da Semana dos Direitos Humanos e mobilizou diversos moradores, coletando cerca de 120 bolsas de sangue que irão auxiliar até 360 pacientes que necessitam do material.
O prefeito de Maricá, Fabiano Horta, esteve no local para doar sangue e ressaltou que a participação é um ato de solidariedade e conscientização, estimulando a mobilização de outros maricaenses.
“É fundamental termos no início da programação um debate sobre a natureza da nossa humanidade. A doação de sangue é um ato de amor, de solidariedade coletiva e é fundamental que possamos ter uma sensibilização social permanente sobre esse assunto. O sangue é um elemento importante da vida, e a população deve criar o hábito de doar, ajudando a salvar vidas”, destacou.
O secretário de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, João Carlos de Lima, afirmou que a atividade é uma forma de levar vida às pessoas com limitações de saúde e mostra que a população da cidade tem a solidariedade como um valor essencial.
“Essa ação é única dentro de toda a programação da Semana dos Direitos Humanos. Doar sangue é um ato muito nobre e necessário, porque doamos vida àqueles que precisam em um momento de tantas dificuldades. Dentre todas as atividades previstas, essa é uma ação que nos emociona e mostra que Maricá trilha cada vez mais o caminho da justiça social”, acrescentou.

A distribuição de laços brancos na Praça Orlando de Barros Pimentel (no Centro), atividade que simboliza o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres marcou o início da 3ª Semana dos Direitos Humanos, e contou também com panfletagem sobre os mecanismos de defesa às mulheres, enquete abordando situações de violência e um varal com frases de empoderamento feminino.

O secretário de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, João Carlos de Lima, destacou o simbolismo da campanha do laço branco, que objetiva evidenciar o papel do homem no processo de violência estrutural à mulher, trazendo mais consciência ao público masculino.

“A Semana dos Direitos Humanos se inicia com uma atividade que busca mostrar aos homens a importância de se respeitar cada vez mais as mulheres. Os índices de violência contra as mulheres ainda são altos e, com essa ação, esperamos trazer reflexões e mudanças. O laço branco simboliza o apoio e a participação nessa campanha tão essencial”, afirmou.

Luciana Piredda, coordenadora de Políticas para as Mulheres de Maricá, garantiu que a atividade é fundamental para propor um diálogo com os homens, refutando ideias machistas e contribuindo com mudanças sociais relevantes.

“Essa campanha integra os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres e é fundamental. Dessa vez, propomos um diálogo com os homens, muitas vezes o potencial agressor das mulheres. A nossa proposta é trabalhar de forma cultural, utilizando um tripé composto por compromisso, mudança de atitude e o respeito às mulheres, para avançarmos cada vez mais”, reforçou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.