Shopping em São Gonçalo inaugura sala de leitura em homenagem à professora capixaba

Espaço foi aberto na última sexta-feira (8) e leva o nome de Maria de Lurdes Silva Bortolo

Quem passa pelo Partage Shopping, localizado em São Gonçalo, vai encontrar um espaço voltado para quem deseja buscar o saber. Isso porque desde a última sexta-feira (8) que o local tem uma sala de leitura. Com o nome de Professora Maria de Lurdes Silva Bortolo, a sala homenageia a pedagoga que atuou dando aulas em escolas públicas no Espírito Santo, alfabetizando muitas crianças e também ensinando a adultos que não sabiam ler e escrever.

Filha da professora, a jornalista Kizzy Bortolo esteve ao local acompanhada do pai, Jorge Bortolo Carioca. Muito emocionada, ela destacou as obras que se encontram no espaço.

“A sala é voltada para pessoas de todas as idades, desde crianças até adultos. Na inauguração tinha uma criançada que foi lá para buscar vários livros infantis. Foi muito emocionante ver diversas obras de autores que minha mãe amava, como Mário Quintana, Vinícius de Moraes, Gabriel García Marquez e até obras do Padre Marcelo Rossi. Tem muito dela no local”, destacou Kizzy, que já trabalhou como roteirista em alguns programas da TV Globo.

A iniciativa teve o apoio da ONG Afrotribo, que esteve representada pela integrante Paula Tanga. Ela explicou que a homenagem é uma forma de se fazer justiça a quem usava da educação para lutar em favor da igualdade social.

“Maria de Lurdes era uma mulher preta, mãe, professora e filósofa. O maior compromisso dela era dar acesso à educação e à leitura para as pessoas que não tinham condições de estudar. Então era mais do que justo batizar esse espaço com o nome de alguém que foi referência para luta de uma educação de qualidade nas comunidades carentes”, argumenta Paula.

Maria de Lurdes se formou em pedagogia em 1965, e foi uma das percursoras na cidade onde nasceu (Castelo, no Espírito Santo) ao levar o ensino à população que morava nos interiores e nas roças, e que não tinham oportunidade, nem acesso aos estudos, à cultura e ao saber.

Por sempre apoiar a cultura, educação, a leitura e o ensino em geral, há uma escola infantil que leva o nome da professora no mesmo município.

Kizzy ao lado de Paula Tanga, da ONG AfroTribo. Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 4 =