Servidores do TRE protestam contra corte de zonas eleitorais

Anderson Carvalho

Funcionários do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) fizeram ontem paralisação de 24 horas em protesto contra a determinação do Tribunal Superior Eleitoral de extinguir 72 zonas eleitorais em capitais, além de 109 zonas no estado Rio de Janeiro, sendo 48 na capital e 61 no interior fluminense. Os servidores ainda fizeram manifestação em frente à sede do órgão, no Centro do Rio, e ainda colocaram cartazes em zonas eleitorais. O TSE tomou a medida argumentando que os cortes vão proporcionar economia de R$ 13 milhões por ano nos cofres públicos no país.

A paralisação foi organizada pelo Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe). A data seguiu o início do corte das unidades, que começou ontem. De acordo com a entidade, muitos servidores terão que mudar a rotina e, principalmente, os que são alocados em zonas eleitorais no interior terão que mudar de cidade. O sindicato chegou a entrar com mandato de segurança no TRE-RJ contra a medida, mas, o pedido foi negado sob o argumento de que é uma resolução do TSE.

Procurado, o TRE preferiu não se manifestar sobre a paralisação. Sobre a extinção das 61 zonas no interior do estado, informou que ainda estuda quais serão cortadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *