SÉRIE A2: Sampaio Corrêa tem confronto direto pela vaga nas semifinais

A segunda divisão estadual está movimentando as equipes da Região dos Lagos e da Região Metropolitana, e o Sampaio Corrêa é quem está se destacando. Vice-líder do Grupo B da Série A2 com sete pontos, o time de Saquarema está empatado com o líder, Volta Redonda. Na próxima rodada, o clube encara o Artsul neste sábado (21), às 15h, em casa no Estádio Lourival Gomes, com boas chances de garantir uma vaga nas Semifinais da Taça Santos Dummont.

O Galinho da Serra teve um início promissor na Série A2. Em três jogos, foram seis gols marcados e três sofridos. Se vencer o adversário de Nova Iguaçu, poderá colocar um pé no mata-mata da competição. Isso acontece, pois o time de Saquarema ficará com 10 pontos, sete de distância do Artsul.

No entanto, o próximo adversário do Sampaio Corrêa empatou em 1 a 1 na última rodada com o Volta Redonda, jogando em casa. O time de Nova Iguaçu conseguiu segurar o melhor ataque da competição. Além disso, também não perdeu. Porém, empatou três vezes seguidas.

O Gonçalense/Petrópolis pode ajudar o Galinho da Serra, já que enfrenta o Volta Redonda na próxima quarta-feira (25), no Raulino de Oliveira, às 18h. O Tricolor Metropolitano/Imperial, que só levou um gol na Série A2, colocará a prova a melhor defesa do campeonato diante do melhor ataque. Entretanto, com três pontos na Taça Santos Dummont, por causa de três empates seguidos, o time só possui chances de classificação, se o Sampaio Corrêa tropeçar na quarta rodada.

CABOFRIENSE VIAJA PARA O RIO E MARICÁ BUSCA PRIMEIRA VITÓRIA

Na outra chave da Taça Santos Dummont, a Cabofriense tem um confronto decisivo diante do Olaria, na Rua Bariri, também neste sábado (21), às 15h. A equipe da Região dos Lagos precisa vencer o clube carioca se ainda quer manter acesa a esperança de chegar às semifinais. Uma vitória deixa o time com seis pontos, empatado com Angra dos Reis e Macaé, levando a decisão de uma das vagas para a última rodada.

Já o Maricá FC encara a Friburguense em casa, no Estádio Elcyr Resende, em Saquarema. O Tsunami tem chances remotas de classificação para as semifinais, mas o jogo com a equipe de Nova Friburgo é importante. O time da Região Metropolitana pode se afastar de vez do perigo do rebaixamento, se superar o adversário, que tem a defesa mais vazada do Grupo B.

Foto: Wescley, técnico do Galinho da Serra foi eleito o melhor treinador da última rodada – Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.