Neto de Neguinho da Beija-Flor será sepultado hoje

Está marcado para ser realizado hoje (19) o sepultamento de Gabriel Ribeiro Marcondes, de 20 anos, neto do sambista Neguinho da Beija-Flor, assassinado junto de mais duas pessoas em um baile funk realizado no Morro da Bacia, em Nova Iguaçu, na madrugada de ontem (18). Após ser atingido, Gabriel chegou a ser levado para o Hospital da Posse, porém não resistiu e morreu. Outros dois homens também foram assassinados no local. A Polícia Civil agora investiga o caso. O velório de Gabriel está marcado para acontecer a partir das 14h de hoje e o enterro para às 16h no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu. Policiais do 20º Batalhão (Nova Iguaçu) chegaram a ser acionados para o endereço do crime.

Neguinho da Beija-Flor disse que ouviu que o neto foi no local para a montagem de uma tenda, que não sabe de muita coisa sobre o fato porque quis saber pouco sobre o ocorrido. Em seu perfil em uma mídia social ele se manifestou sobre a perda do neto.

“Pessoal, agradeço por todas as mensagens de conforto e carinho que estou recebendo de amigos e fãs, por conta da passagem do meu neto Gabriel. Peço desculpas aos amigos por não estar atendendo e nem retornando as ligações, mas estou cuidando da burocracia para o enterro, já que o meu filho PC (Paulo Cesár Marcondes) não está condições de cuidar sozinho de tudo. É um momento muito difícil. A dor é enorme. Peço que orem para que o Gabriel siga um caminho de luz. E espero que a polícia e a justiça cumpram seu papel”, disse Neguinho.

Através de nota a escola de samba Beija-Flor de Nilópolis pediu por justiça.

“A Beija-Flor de Nilópolis — em nome de toda sua diretoria, artistas, funcionários, componentes e torcedores — presta solidariedade ao intérprete Neguinho da Beija-Flor e sua família pela perda do jovem Gabriel Marcondes, de 20 anos, na madrugada deste domingo, 18. Como uma escola de samba que age coletivamente como uma família, a azul e branco acolhe com carinho o músico e aqueles que, como Neguinho, vivenciam o luto e a dor dessa despedida inesperada e prematura. Nossa agremiação espera que as circunstâncias do episódio que vitimou Gabriel sejam esclarecidas e expressa o desejo de dias melhores para os cidadãos da Baixada Fluminense. Carinho e respeito ao dono da nossa voz oficial e aos seus”, declarou a escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =