Seminário online discute o Plano Plurianual de Maricá

A busca por uma cidade mais sustentável, que se desenvolva de forma mais rápida, eficiente e humana, é o tema do webinário (seminário online) que será promovido pelo grupo Maricá 2030 no próximo dia 13, a partir das 17h30. Tendo como público alvo a sociedade civil, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário locais e os partidos políticos, o seminário fará a apresentação do Plano Plurianual (PPA) de Maricá à luz dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que constituem a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo o secretário de Ciência e Tecnologia de Maricá, Sérgio Mesquita, que é coordenador do grupo Maricá 2030, o município avança na segunda fase do Projeto Territorialização e Aceleração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – que é uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com a Petrobras.

“Na primeira etapa, os técnicos da ONU nos apresentaram os ODS, e agora entramos numa fase mais local do projeto. Somos um dos 28 municípios selecionados, entre 116 que sofreram o impacto da cadeia produtiva do petróleo, para esta segunda fase, em que apresentamos os projetos que constam do PPA da cidade e estão em adequação com os ODS”, explica Mesquita.

O seminário do dia 13 será dividido em duas partes: na primeira, serão apresentados os 17 ODS, que abrangem áreas como saúde, educação, infraestrutura, saneamento básico, inovação e equidade de gênero, entre outras. Na segunda parte, o Plano Plurianual de Maricá é apresentado, já de acordo com esses objetivos – a cargo de técnicos da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão que participaram da um curso promovido pela ONU no início deste ano.

Sérgio Mesquita diz que os ODS são compostos por ao todo 169 indicadores, que servem para medir o avanço de cada projeto em consonância com a Agenda 2030 da ONU. “O PPA de Maricá já tem muitos pontos em conjunto com a Agenda 2030, que vem sendo usada como base para uma proposta, que seria apresentada num momento pós-pandemia, de um novo pacto mundial para o desenvolvimento, uma espécie de ‘green deal’ global com foco na sustentabilidade”, afirma ele.

Ainda de acordo com o secretário, a próxima etapa do projeto é a apresentação de cinco projetos para o município, que serão supervisionados pelo PNUD e desenvolvidos na cidade.

“Pelo menos dois desses projetos deverão ser voltados para a questão da pandemia do novo coronavírus e seus efeitos. Esta etapa, aliás, deveria ter começado em março, mas a pandemia atrasou o cronograma, e agora o grupo Maricá 2030 tem até o fim de 2021 para selecionar os projetos”, afirmou Mesquita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − três =