“Semana” aborda contribuição do negro na sociedade

Até dia 11 de agosto, a Biblioteca Parque Niterói vai realizar a “Semana Abdias do Nascimento”, com o objetivo de valorizar a produção intelectual e cultural negra. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é livre.

Com uma agenda repleta de atividades, a “Semana Abdias do Nascimento” vai debater questões raciais de forma a chamar à atenção para diversas questões sociais que sustentam uma narrativa de marginalização do papel do negro na formação da identidade sociocultural brasileira. Por meio de oficinas, palestras, exibição de documentários, contação de histórias, saraus litero-musicais entre outras atividades, a programação pretende contribuir para combater a naturalização do preconceito e do racismo.

Reconhecido como um dos maiores defensores da cultura e da igualdade racial no Brasil, Abdias do Nascimento tem sua trajetória por vezes confundida com a própria raiz dos Movimentos Negros, sendo um dos maiores ativistas pelos direitos humanos e civis, além de ter deixado um grande legado de conquistas pelo povo afrodescendente. Idealizado pela produtora cultural Ana Machado e sob a coordenação de Rita Diirr, da Coordenação de Direitos Humanos de Niterói, a Semana Abdias do Nascimento conta com o apoio de Patie Rodrigues, Monique Bonifácio, Aline Buomono, Grupo Primavera, Fundação Municipal de Educação e Fundação de Arte de Niterói.

Hoje, 7, das 13h às 14h será feito um encontro precioso – A Diáspora Africana e a Boneca Abayomi com a Assistente Social Luciléia Souza. A contação de histórias tem grande importância no desenvolvimento infantil, pois é um reconhecimento de que a criança pode aprender com as fábulas e contos de fadas, de modo lúdico e imaginativo, sobre o mundo real que a espera. Por meio das histórias, o público será levado a um reencontro ancestral milenar e também será incentivado a contar sobre suas trajetórias de conquistas e derrotas, ilustrando com cantigas e verso o caminho por onde passaram. Símbolo de resistência e cuidado das mães africanas, como forma de acalentar as crianças nos navios negreiros, as bonecas ficaram conhecidas como Abayomi, termo que significa “Encontro precioso”. A proposta é apresentar a história da Abayomi e a partir dela trabalhar sua confecção e resgatar o vínculo e herança cultural e social.

Das 15h às 16h será vez de Abdias Nascimento e suas atuações políticas, com Luane Bento dos Santos Docente de Sociologia da Educação Básica, Doutoranda em Ciência Sociais PPGCIS/ PUC-Rio, Mestre em Relações Etnicorraciais pelo CEFET-RJ, Bacharel em Ciências Sociais/ UERJ, Bacharel em Biblioteconomia e Documentação/ UFF, Luane Bento dos Santos vai apresentar em sua palestra aspectos da atuação política de Abdias do Nascimento e sua importância histórica, social, política e cultural.

Toda a programação pode ser obtida na Biblioteca Parque de Niterói que fica na Praça da República, s/n no Centro de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =