Sem se abalar com derrota, Zé Ricardo justifica time alternativo

A derrota para a Portuguesa-RJ na primeira rodada da Taça Rio não abalou o técnico Zé Ricardo. Na entrevista coletiva, o treinador o porquê de ir a campo com uma equipe alternativa e parece não ter se arrependido da escolha, uma vez que seu principal objetivo era dar ritmo de jogo aos atletas que vem sendo pouco utilizados neste início de temporada.

“Muita gente não atuava desde aquela partida contra o Volta Redonda. Faz parte do nosso planejamento, até porque precisamos entender o elenco e ver o que cada um pode render. Os torcedores ficam chateados, assim como nós e os jogadores, mas faz parte, sabíamos que poderia acontecer”, afirmou o comandante cruz-maltino.

O técnico vascaíno também fez questão de elogiar a atuação da Portuguesa-RJ que, ao seu ver, se comportou muito bem defensivamente e conseguiu aproveitar alguns erros dos rivais para levar a melhor.

Embora adote sempre um tom de voz moderado e se mostre bastante sereno nas entrevistas, Zé Ricardo não escondeu sua insatisfação pelo fato de o Vasco sofrer tantos gols oriundos de bola parada recentemente. Ainda assim, o treinador garante que, por mais que o principal objetivo seja a Libertadores, o time também está extremamente comprometido com o Estadual.

“O Carioca é uma competição importante e vamos trabalhar para chegar nas finais”, disse, antes de comentar sobre a proposta que recebeu do Mundo Árabe e que foi prontamente recusada após conversa com a diretoria cruz-maltina.

“É lógico que temos que avaliar os prós e os contras quando se recebe uma proposta como essa. Fiz isso junto com a minha família, com pessoas próximas, e resolvi seguir no projeto do Vasco”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *