Sem festa para diplomação em São Gonçalo

Wellington Serrano

A cerimônia de diplomação de prefeitos e vereadores é sempre muito aguardada pelos vitoriosos. Mas em São Gonçalo, a crise financeira mudou o protocolo e pôs fim à solenidade. O evento chegou a ser marcado e divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TER-RJ) para a manhã da última segunda-feira (19) no Sesc, mas foi cancelado. De acordo com o juiz da 134ª Zona Eleitoral, Marcelo Chaves Espíndola, a decisão de não fazer festa ou cerimônia foi tomada junto ao novo chefe do Executivo, o prefeito eleito José Luiz Nanci (PPS), e os legisladores.

“Essa foi uma decisão conjunta, minha, dos vereadores e do novo prefeito, pela situação do país, do estado e também da cidade de São Gonçalo preferimos evitar gastos”, declarou o juiz. Os diplomas foram impressos no Cartório Eleitoral, assinados pelo juiz e foram retirados pelos vereadores, com a respectiva assinatura da ata.

Segundo informações, pela primeira vez na história do município e região, a população deixa de assistir à tradicional cerimônia de diplomação dos eleitos, que sempre lotou a Câmara Municipal. A cerimônia de posse, no dia 1º de janeiro, está mantida.

Devido à falta de plateia, a diplomação ‘bombou’ nas redes. Com a falta de palmas os eleitos recorreram às redes sociais para registrar a diplomação. Caso do próprio prefeito eleito, que postou em sua página no Facebook o agradecimento: “Com muito orgulho hoje fui diplomado pelo TRE prefeito de São Gonçalo”, comemorou. Desde 1890, José Luiz Nanci é o 76º prefeito da história de São Gonçalo.

O vereador Sandro Almeida (PSDB) também fez o mesmo e registrou o momento da diplomação na internet. “Trabalhamos muito por esse momento de alegria”, disse. “Que Deus te ajude a estar comprometido com as boas causas e tenho certeza que a cidade e o povo gonçalense serão beneficiados pelo seu mandato que irá acrescentar de forma profunda ao nosso povo”, comentou um seguidor.

Diplomado o vereador Dr. Armando Marins (PR) agradeceu ao juiz Marcelo Espíndola. “Esta é a última etapa do processo eleitoral deste ano. Agora vamos a posse do prefeito, vice-prefeito e dos vinte e sete vereadores eleitos para o período de 2017 a 2020 que será em janeiro”, disse.
O professor Paulo (PC do B) agradeceu: “Muito obrigado, São Gonçalo! Na Câmara Municipal continuarei sendo a voz do povo”, postou.

Diplomação em três cidades
Em Maricá, a 55ª Zona Eleitoral realizou ontem a cerimônia de diplomação dos eleitos. O evento foi realizado à tarde no Cinema Público Henfil. A juíza titular Juliane Guimarães, na ocasião, desejou boa sorte aos eleitos.

“Que todos possam desempenhar um bom mandato neste momento de ajustes fiscais. Maricá foi diretamente atingida pela situação crítica do petróleo, mas temos que ter esperança para sair desta crise econômica e amadurecer”, disse a magistrada.

O prefeito eleito Fabiano Horta (PT) agradeceu o diploma nas redes sociais. “Mais uma vez gostaria de agradecer a todos e a todas que confiaram a mim a missão de governar Maricá. Sabemos que o momento atual é difícil em todo o país e, mas garanto a vocês, que darei o meu melhor para nossa cidade continuar se desenvolvendo econômica e socialmente”.

Em Rio Bonito, a diplomação foi comandada pela juíza da 32ª ZE, Roberta Dos Santos Braga Costa, no salão do Júri do Fórum. Mesmo com sua candidatura indeferida durante as eleições municipais em 2016, José Luiz Alves Antunes foi diplomado.

Já em Itaboraí, o juiz da 104ª ZE, Antônio Carlos Maisonnette Pereira, realizou a solenidade no plenário da Câmara dos Vereadores. O prefeito eleito Dr. Sadinoel (PMB) agradeceu a diplomação. “Prometo que farei o máximo para satisfazer toda a população de Itaboraí, com medidas que favoreçam a toda população”, agradeceu o prefeito eleito. Os suplentes não foram diplomados ontem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =