Segurança pública é tema de debate durante evento empresarial na CDL

Empresários da cidade demonstram preocupação com a segurança durante o período natalino

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL-Niterói) realizou mais uma edição do evento ‘Café Empresarial’, na sede da entidade, Centro de Niterói. O encontro, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (14), teve como convidado o Secretário Municipal de Ordem Pública, o coronel Paulo Henrique. Com o tema: ‘Segurança Pública na Cidade’, o secretário apresentou aos empresários da cidade o plano de ações da SEOP para os próximos meses.

Na abertura do encontro, o secretário falou sobre a polêmica em torno da mudança de gestão do Programa Niterói Presente. Segundo ele, a polêmica não se deu em função da mudança de gestão, mas sim em como isso foi feito. Ainda de acordo com o secretário, o que importa, de fato, é que a segurança da população esteja garantida, independente da gestão ser estadual ou municipal.

“Não há nenhum problema em mudar a gestão do município para o Estado, teoricamente. E porque não é um problema? Porque para o cidadão, para o empreendedor, o que interessa é o policial na rua. Quem fará a gestão, isso é apenas um detalhe”, esclarece Paulo Henrique.


O encontro contou com a presença do Secretário Municipal de Ordem Pública, coronel Paulo Henrique, e do Presidente da CDL Niterói, Luiz Vieira

Sobre as novas metas a serem adotadas pela SEOP, o secretário esclarece que o conjunto de ações está baseado em estudos que foram elaborados a partir de dados obtidos no histórico de registro das ocorrências policiais da cidade, nos últimos anos.

“Com a mudança na gestão, nós encontramos espaço para ‘afinar’ nossa atuação na segurança pública da cidade. No debate com o prefeito, a decisão política é a de continuar investindo em segurança. Portanto, Niterói não vai abandonar seu objetivo de garantir a segurança de sua população. Eram muitos recursos para projetos diretamente relacionados ao patrulhamento da cidade, em que dois deles foram mantidos. A primeira é a implantação do ‘Policiamento Extraordinário’, programa mantido através da renovação do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis). A segunda é a criação de duas equipes, com 10 viaturas cada, para o patrulhamento ostensivo em determinadas áreas e por um determinado período, a fim de ‘sanar’ problemas de segurança em locais identificados pela ‘mancha criminal’. Até o final desse ano, teremos essas duas equipes atuando na cidade”, explica o secretário.

Mediante a proximidade das festas de fim de ano, muitos empresários que estavam presentes no encontro questionaram o secretário sobre o planejamento para o reforço do policiamento nas regiões próximas aos centros comerciais da cidade. Os lojistas destacam que a expectativa é grande para o crescimento do movimento nas ruas do Centro da cidade, inclusive com previsão de funcionamento das lojas em horários prolongados e também nos fins de semana, durante todo mês de dezembro.

Sobre essa questão, o secretário tranquilizou os lojistas afirmando que “durante todo mês de dezembro, as duas equipes do programa ‘Policiamento Extraordinário’ serão destacadas para atuar nas regiões em que se encontram os centros comerciais da cidade. Serão 20 viaturas, com, no mínimo, 2 policias militares do Proeis, fazendo o patrulhamento dessas áreas durante o período natalino”, finalizou Paulo Henrique.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =