Sede da Globo é invadida por homem que fez repórter refém

A sede da TV Globo, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio, foi invadida por um homem na tarde dessa quarta-feira (10) e fez a repórter Marina Araújo do G1 refém com uma faca. Segundo informações, ele desejava falar com a apresentadora Renata Vasconcellos que faz aniversário hoje, ela é apresentadora do Jornal Nacional e ao saber que ele queria falar com ela ajudou na negociação com os policiais. O homem foi preso e ninguém se feriu.

A polícia foi acionada e até a chegada dos militares, os seguranças da casa tentavam acalmar o criminoso e prenderam todos os funcionários no andar onde funciona a GloboNews. O sujeito teria entrado na sede do canal, no Jardim Botânico (Rio de Janeiro), gritando “Globo lixo”. De acordo com um cinegrafista, que esteve no local, ele estava armado com um facão e beijava a cabeça da repórter enquanto apontava a arma para o pescoço dela.

A polícia prendeu o homem, descrito pelos presentes como “psicopata”. De acordo com a 12ª DP (Copacabana) o homem foi preso em flagrante pelo crime de cárcere privado.

Em apuração…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − um =