Saques de contas inativas do FGTS começam nesta terça

A Caixa Econômica Federal libera nesta terça-feira (14) o calendário autorizando o saque de quem tem direito a receber o FGTS de contas inativas, são cerca de 10 milhões de trabalhadores aguardando esse dinheiro. Atualmente, o trabalhador com direito de saque é aquele que possui dinheiro bloqueado no Fundo por ter sido demitido por justa causa ou quem tenha pedido demissão ate 31 de dezembro de 2015. O dinheiro estará liberado já em março. E a transferência será automática para quem tem conta na Caixa. Pequenos valores poderão ser sacados.

Como envolve um volume muito grande de recursos, o plano é liberar em lotes, de acordo com a data de aniversário do trabalhador. São mais de R$ 43 bilhões parados nessas contas e o governo calcula que desse total, R$ 34 bilhões serão sacados por trabalhadores.

Assim como milhões de brasileiros, o pintor Fábio Souza, de 31 anos, morador do Fonseca em Niterói, está ansioso para saber quanto tem em suas três contas inativas e quando poderá sacar.

“Desde que fiquei sabendo que o governo iria liberar esse dinheiro fiz inúmeros planos. Estou muito feliz, hoje ainda vou à minha agência da Caixa para saber quanto tenho e quando poderei sacar. Para gente que é trabalhador é um dinheiro importantíssimo, ainda mais em tempos de crise”, comemorou.

A dona de casa Renata Melo, de 35 anos, também não vê a hora de sacar o Fundo de Garantia de suas contas inativas.

“Nem sei quantas contas inativas eu tenho, mas esse dinheirinho extra vai me ajudar muito, não vejo a hora de sacar essa grana”, comentou.
Os saques vão acontecer até julho. Mais da metade dos trabalhadores tem, no máximo, R$ 500 para sacar. Outros 24% têm saldo entre R$ 500 e R$ 1.500. Esses dois grupos representam praticamente 80% do total de pessoas que vão poder usar o FGTS como bem entenderem. Os demais têm mais de R$ 1.500 para receber.

Novo site
A Caixa Econômica Federal informa que o trabalhador não precisa sair correndo até o banco para realizar o saque. O governo está preparando um site onde o trabalhador vai informar os seus dados para saber onde e quando vai poder fazer a retirada do dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =