São Judas Tadeu terá comemorações no domingo

Neste domingo, a Paróquia São Judas Tadeu, em Icaraí, vai celebrar o dia de São Judas Tadeu, com seis missas, além da benção dos carros e procissão luminosa pelas ruas do bairro. Em São Gonçalo a paróquia no Rocha também estará em festa, com celebração de seis missas, além de bençãos e muitos testemunhos de fé.

Em Niterói as missas serão celebradas às 7h, 9h, 10h30min, 14h, 16h e 19h30min; sendo que ao meio-dia terá a benção dos carros na altura da igreja na Praia de Icaraí. A missa das 19h30min será presidida por Dom José Francisco (Arcebispo Metropolitano de Niterói) e concelebrada por Dom Frei Alano (Arcebispo Emérito de Niterói), seguida de procissão luminosa pelas ruas de Icaraí. Na igreja de São Gonçalo, a alvorada de fogos será às 6h e as missas às 7h, 9h, 11h, 15h, 17h e 19h30min. Mas às 18h está marcada a procissão pelas ruas do bairro.

A imagem do padroeiro do Flamengo na paróquia de Icaraí já começou a receber devotos nessa semana. A igreja tem um fragmento do osso da perna de São Judas, reconhecido e certificado pelo Vaticano. “Eu peço ajuda para todos os santos e minha última benção foi concebida por Nossa Senhora de Fátima. Agora estou com um novo projeto e pedindo ajuda de São Judas Tadeu. Estou com muita esperança dele me ajudar a conseguir a graça”, comentou o gerente de um bar William Furtado, 36 anos.

HISTÓRIA DO SANTO

São Judas era primo-irmão de Jesus e irmão de Tiago, chamado o Menor, também discípulo de Jesus. Os escritos cristãos dessa época revelam mesmo esse parentesco, uma vez que Judas Tadeu seria um dos noivos do episódio que relata as bodas de Caná, por isso Jesus, Maria e os apóstolos estariam lá. Na Bíblia, ele é citado pouco, mas de maneira importante. No evangelho de Mateus, vemos que Judas Tadeu foi escolhido por Jesus. Enquanto nas escrituras de João ele é narrado mais claramente. Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galileia. Realizou inúmeros milagres em sua caminhada pelo Evangelho. Depois, foi para a Samaria e, próximo do ano 50, tomou parte no primeiro Concílio, em Jerusalém. Em seguida, continuou a evangelizar na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, onde encontrou Simão, e passaram a viajar juntos. Ao certo, o que sabemos é que o apóstolo Judas Tadeu tornou-se um mártir da fé, isto é, morreu por amor a Jesus Cristo. A sua pregação e o seu testemunho eram tão intensos que os pagãos se convertiam. Os sacerdotes pagãos, furiosos, mandaram assassinar o apóstolo a golpes de bastões, lanças e machados. Tudo teria acontecido no dia 28 de outubro de 70.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =