São Gonçalo teve redução de 46,39% nas multas

Raquel Morais –

Segundo dados do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ), o número de multas aplicadas no primeiro trimestre em São Gonçalo apresentou redução de 46,39%, passando de 8.562 em 2017 para 4.590 este ano. Esse foi o único município que apresentou queda no comparativo do primeiro trimestre de 2018 com 2017. Maricá foi a cidade que teve maio aumento nas aplicações, de 341 nos três primeiros meses do ano passado para 589 nesse ano, aumento de 72,72%.

Em janeiro, fevereiro e março de 2018 foram aplicadas 978, 1.784 e 1.828 multas respectivamente em São Gonçalo; contra 640, 1.930 e 5.992 nos mesmos meses de 2017 o que configura a queda de 46,39%. Mas, apesar da redução, as bandalhas continuam por toda a cidade. É fácil encontrar motoristas estacionando em locais proibidos, indevidamente em vagas de idoso e de deficientes, fazendo conversões irregulares e atravessando sinais fechados.

Na contramão das multas, em Maricá houve crescimento das sanções. Em janeiro, fevereiro e março de 2017 foram aplicadas respectivamente zero, 51 e 290; contra 245, 178 e 166 nos meses de 2018, o que provocou o aumento de 72,72%.

Depois de São Gonçalo, o município de Itaboraí teve aumento de 53,47% no primeiro trimestre de 2018 no comparativo com o mesmo período de 2017: 182, 355 e 176 (total de 2.253) contra 16, nenhuma e 1.452 (total de 1.468). Niterói teve um pequeno aumento nas infrações de 11,48% com total do trimestre de 2017 de 8.656 contra 9.650 em 2018. Em janeiro de 2017 foram aplicadas 5.554, em fevereiro 1.674 e em março 1.428 contra 3.126, 2.522 e 4.002 respectivamente em 2018.

A Prefeitura de São Gonçalo foi questionada sobre as infrações mais cometidas no município e também sobre a quantidade de multas aplicadas, mas até o fechamento dessa edição não se manifestou sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − quatro =