São Gonçalo registra aumento de pessoas diagnosticadas com Aids

Geovanne Mendes

Educação, orientação e diagnósticos sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Estes são os objetivos de uma campanha que ocorre até amanhã na Clínica Municipal Gonçalense, que fica localizada no Mutombo, em São Gonçalo.

A campanha começou na terça-feira e os organizadores já realizaram uma palestra educativa, prestaram orientações, realização de teste rápido para Aids, Hepatite e Sífilis, além de distribuição de preservativos e quer conscientizar a população sobre a importância da utilização de preservativos, principalmente durante o período de carnaval.

“A atenção básica é a porta de entrada dos serviços de promoção à saúde. Precisamos divulgar as informações necessárias de um problema que é de saúde pública e não escolhe classe social”, explica Maria Auxiliadora Rodrigues, subsecretária municipal de Atenção Básica.
Somente de janeiro a novembro de 2016, 486 pessoas foram diagnosticadas com Aids em São Gonçalo, número 62% maior que em 2015, quando foram diagnosticados 300 casos da doença.

O processo de realização do teste-rápido dura 20 minutos e é dividido em três etapas. O paciente passa pelo aconselhamento pré-teste com atendimento de avaliação de risco, seguido da coleta de sangue e entrega do resultado, feita pela assistente social. Após a detecção da doença, o paciente é encaminhado para tratamento ambulatorial com hepatologista e infectologista, no PAM Alcântara ou na Clínica Gonçalense do Barro Vermelho.

“A prevenção contra a Aids e outras DSTs começa com a consciência da gravidade dessas doenças, nas quais a pessoa corre o risco de ser contaminada e de contaminar alguém. Por isso é tão importante se prevenir”, ressalta o secretário de Saúde, Dimas Gadelha.

São Gonçalo conta com 2.200 pacientes em tratamento para HIV nas unidades referências, onde os pacientes podem contar com os serviços de infectologista, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiras, farmacêutica, nutricionista, técnicos de enfermagem e de laboratório, além do aconselhamento e centro de testagem.

One thought on “São Gonçalo registra aumento de pessoas diagnosticadas com Aids

  • 3 de maio de 2017 em 16:23
    Permalink

    oi gente
    gostei muito desse site, parabéns pelo trabalho. 😉

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 15 =