São Gonçalo presta mais esclarecimentos sobre aplicação de vacina vencida

Na sexta-feira uma matéria da Folha de São Paulo denunciou a aplicação de cerca de 26 mil doses da vacina AstraZeneca fora da validade. O fato teria ocorrido em 1.532 municípios e a cidade de São Gonçalo está dentro dessa listagem. Ao todo seriam 15 doses aplicadas vencidas e que seriam apuradas pela Prefeitura de São Gonçalo. A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo esclareceu que no início da campanha as aplicações não eram digitadas em tempo real no sistema do Ministério da Saúde, o que pode ter ocasionado o erro de registro de data. Assim, a data de digitação dos dados da vacinação não corresponde ao dia efetivo da aplicação da vacina.

Caso algum gonçalense tenha o cartão de vacinação com a descrição deste lote e aplicação após a data de 14 de abril, pode procurar qualquer ponto de vacinação da cidade para ser revacinado.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) pontuou que todos os lotes da vacina Oxford/Astrazeneca enviados aos 92 municípios do estado estavam dentro do prazo de validade. O problema ocorreu no lote 41202Z005, com validade para 14.04.21, foi recebido no dia 23 de janeiro e distribuído aos municípios no próprio dia 23 de janeiro, e nos dias 1º, 2 e 24 de fevereiro. Já o lote CTMAV506, com validade para 31 de maio, foi recebido pelo Estado em 26 de março e distribuído aos municípios no mesmo dia.

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo informou que o lote 4120Z005 chegou à cidade entre os dias 25 de janeiro e 24 de fevereiro e foi distribuído para os pontos de vacinação até o dia 26 de fevereiro. Não há, portanto, possibilidade de ter sido aplicado vencido, já que o imunizante não ficou guardado até o dia 14 de abril, quando aconteceu o vencimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 17 =