São Gonçalo planeja implementar 41 km de ciclovias até o fim do ano

Wellington Serrano –

O contrato para estudos e projetos para a implantação do BRS e ciclovia em São Gonçalo, apresentado pela prefeitura, pode prever a implementação de 41 quilômetros de novas ciclovias e ciclofaixas na cidade. A proposta, que faz parte do ajustes no Plano de Mobilidade da administração municipal, também consiste na criação de um binário aproveitando o eixo desativado da antiga linha férrea e o sistema viário do município.

Avenidas, como a Dr. March, Presidente Kennedy, Jaime de Figueiredo e um trecho de Neves, estão entre aquelas que poderão receber ciclovias ou ciclofaixas, num projeto que estará pronto até dezembro deste ano.

Segundo o Executivo, o estudo do projeto segue com sete etapas no total, a quarta foi concluída e, neste momento, a quinta e sexta estão em andamento.

“Apenas após o término e conclusão da elaboração dos projetos será possível pleitear recursos para execução das obras junto ao Ministério de Desenvolvimento Regional”, informou a prefeitura.

Segundo o Executivo, o prefeito José Luiz Nanci (Cidadania) conseguiu garantir a retomada do projeto em abril de 2018, após encontro com representantes da Secretaria Nacional de Transporte e Mobilidade Urbana, em Brasília.

“Os recursos são oriundos do Ministério de Desenvolvimento Regional, através da Caixa Econômica Federal”, disse em nota.

O projeto do BRS está sendo elaborado pelo consórcio Coba Logit e será composto por faixas exclusivas destinadas ao transporte coletivo, com uma linha principal ligando Neves a Alcântara (que também receberá a ciclovia), além de linhas alimentadoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *