São Gonçalo modifica as prioridades para vacinação contra a Covid-19 na cidade

O município de São Gonçalo, onde ocorreu a falta de vacinas por conta da imunização de profissionais de Saúde que não eram da cidade, anunciou hoje uma mudança no plano de vacinação. Amanhã serão vacinados profissionais de Saúde com mais de 60 anos de idade, que atuam ou que moram na cidade, e idosos a partir de 87 anos. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Saúde, André Vargas.

“Seguindo orientações da Secretaria de Estado de Saúde, as mudanças foram feitas no Plano de Ação Municipal para garantir que trabalhadores da saúde com mais de 60 anos tenham prioridade, assim como a população idosa do município. Também houve alteração nos locais e horário de atendimento”, confirmou a assessoria do município.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo, nesta etapa poderão ser vacinados idosos “que apresentem documento de identidade e carteira de vacinação. Eles terão prioridade na vacinação. Os idosos acamados também serão contemplados através do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD). Os profissionais de Saúde com mais de 60 anos que poderão ser vacinados são: enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem, médico, fisioterapeuta, nutricionista, odontólogo, fonoaudiólogo, psicólogo, biólogo, farmacêutico, assistente social, biomédico e auxiliar e técnico de saúde bucal.

Para serem imunizados, os profissionais de saúde devem apresentar identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar de São Gonçalo, comprovante de residência de São Gonçalo (para os que não trabalham no município) e carteira de vacinação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + dezenove =