São Gonçalo e Niterói entre as três regiões com mais tiroteios

Augusto Aguiar –

As cidades de São Gonçalo e Niterói despontaram, no mês de outubro, numa preocupante estatística. Ficaram situadas, respectivamente, em segundo e terceiro lugares, de acordo levantamento da ONG Fogo Cruzado, como as regiões com maiores incidências de tiroteios em todo o estado. São Gonçalo e Niterói só foram superados pelo município do Rio.

Os números totalizaram em outubro uma média alarmante de 18 confrontos por dia no Estado, num total de 567 por mês. Ao menos 143 pessoas foram mortas e 112 feridas. O município do Rio ocorreram 346 notificações de tiroteios, com 59 mortes e 63 feridos. São Gonçalo vem logo a seguir, com 63 notificações, 16 mortes e 18 feridos. O levantamento tem Niterói na terceira posição, com 45 notificações, 12 mortes e 11 feridos. As duas cidades superaram inclusive os números que também preocuparam, como de municípios da Baixada Fluminense, com cidades como Nova Iguaçu e Duque de Caxias, que aparecem na sequência do ranking.

Os números que abrangem janeiro de 2014 até o fim do primeiro semestre desse ano também colocaram o território definido como “Grande Niterói”, que engloba o eixo Niterói-São Gonçalo-Maricá, numa posição entre as principais na apreensão de munições. No período foram apreendidas 39.562 munições, correspondente a 7% da totalização de munições retiradas dos criminosos em todo Estado. Vale ressaltar que o mesmo território também equivale a 10% da população do Rio.

Os mais recentes números do Instituto de Segurança Pública (ISP), referentes ao mês de setembro, apontaram que foram registradas 40 apreensões de armas em São Gonçalo e na vizinha Niterói outras 35. Com relação aos chamados autos de resistência, confronto entre policiais e criminosos, foram oficializados respectivamente 9 e 6 registros, 42 e 13 homicídios dolosos, e 51 e 20 registros de crimes de letalidade violenta (soma de homicídios dolosos, autos de resistência, latrocínio e lesão corporal seguida de morte).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *