São Gonçalo dá atenção a pacientes com sequelas da covid-19

Com menos de um mês de atividade, o tratamento pós-covid oferecido na Clínica Gonçalense do Mutondo já colhe resultados. No local, 14 pacientes em franca recuperação buscam a cada dia superar as sequelas respiratórias e musculares da doença. O trabalho da Prefeitura de São Gonçalo, através da Secretaria de Saúde, é desenvolvido por Jéssica da Silva, educadora física, duas vezes por semana, no período da manhã e da tarde. Quem tiver interesse no programa é só procurar a unidade, às segundas e quartas-feiras, das 8h às 17h.

O trabalho de reabilitação pós-covid-19 é para aqueles que estão apresentando problemas respiratórios e de força após o acometimento da doença. No espaço, serão trabalhados exercícios para a reabilitação.

“Vemos a evolução diária dos pacientes. Eles chegam aqui muito travados ou cansados e, em poucas semanas, já apresentam uma melhora significativa. Fico muito satisfeita com o trabalho que estou realizando e eles também são muito gratos, não só aos profissinais, mas também ao nosso prefeito, Capitão Nelson, que proporcionou esse tratamento para a população”, disse Jéssica da Silva, que trabalha diversas atividade, dentro da realidade e capacidade de cada paciente.

Uma das primeira pacientes do programa foi Susi Maria dos Santos Miguel, de 64 anos. Após ficar quase um mês internada com 75% do pulmão comprometido, no Pronto Socorro Central (PSC) e no Hospital Retaguarda (Menino de Deus), a gonçalense segue com o tratamento pós-covid na Clínica do Mutondo.

“Fui muito bem atendida nas duas unidades. Tratamento, limpeza e profissionais excelentes. Quando recebi alta, eu praticamente não andava, por conta das complicações e de ter ficado muito tempo deitada. Como já frequento a clínica há anos, soube do programa e comecei a frequentar. Estou sentido a diferença e melhora a cada dia e faço um convite para as pessoas que tiveram covid e precisam de uma reabilitação. Venham, pois aqui vocês vão encontrar um tratamento de qualidade”, disse a moradora do Mutondo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 17 =