Salários atrasados: funcionários do Azevedo Lima podem parar

Raquel Morais –

Funcionários terceirizados do Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca, na Zona Norte de Niterói, reclamam mais uma vez de atraso no pagamento. Na manhã de ontem cerca de 30 funcionários da unidade de emergência fizeram uma manifestação em frente à unidade. A ideia foi chamar atenção da direção do hospital e dos usuários do serviço público de saúde. Técnicos de enfermagem, enfermeiros, técnicos administrativos e funcionários dos serviços gerais contaram estar sem o salário de junho e ainda aguardam os acertos do 13º salário de 2016. A TRIBUNA vem acompanhando a saga dos funcionários terceirizados desde o início deste ano.

Uma enfermeira que preferiu não se identificar explicou que após o ato, que contou com faixas e cartazes, a direção do Heal se reuniu com alguns funcionários e prometeu o acerto dos vencimentos até sexta-feira. O grupo prometeu paralisar os serviços caso os pagamentos não sejam efetuados. Os vencimentos de junho ainda não foram acertados e o 13º salário de 2016 foi dividido em quatro vezes, mas apenas três foram pagas. O 13º de 2017 ainda não foi entregue aos colaboradores.

“Não podemos aceitar uma situação como essa e isso é muito desrespeitoso com os trabalhadores. Trabalhamos com vidas e amamos nossa profissão, isso nos faz pensar sempre em uma paralisação. Temos noção que vai prejudicar a população, mas estamos em um impasse que está longe de ser resolvido e isso é muito triste”, comentou.

O Instituto Sócrates Guanaes (ISG) é o responsável pelo pagamento dos funcionários e foi questionado sobre essa situação, mas até o fechamento dessa edição não se manifestou sobre o assunto. Uma nota pública no site da organização, divulgada no último dia 13, frisou que o diretor técnico do Azevedo Lima, Rogério Casemiro, e a diretora executiva, Maria José Araújo, reuniram as coordenações para apresentar o balanço do hospital no primeiro mês da nova gestão.

‘‘Mesmo diante das dificuldades, das crises, dos contingenciamentos, vemos todos empenhados em cuidar e salvar vidas, sempre com foco no paciente. O Azevedo Lima de fato tem uma excelente equipe’’, reconheceu Maria.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) também não se manifestou sobre o assunto até o fechamento dessa edição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *