‘Saga contra as barricadas’ continua em São Gonçalo

São Gonçalo continua sua saga contra as barricadas. Problema recorrente no município é motivo de “cabo de guerra” entre as forças de segurança, que fazem ações para retirada dos obstáculos, e o crime organizado que, muitas vezes momentos após a polícia terminas as remoções, recolocam os obstáculos. Nessa segunda-feira (8), o Jardim Catarina foi alvo de ação da PM para retirada das barricadas.

O trabalho foi coordenado por duas equipes de ocupação do 7º BPM (São Gonçalo). Os militares realizavam ação de patrulhamento quando encontraram vários obstáculos, com acúmulo de lixo e entulho pelas ruas, formando as barricadas. Os agentes, então, organizaram uma força-tarefa para desobstruir diversas vias do bairro, com apoio, inclusive, de um veículo blindado.

Ainda de acordo com o batalhão, receberam limpeza a Avenida Santa Catarina, em toda sua extensão; Rua Raposo Coelho; Rua São José do Ouro; Rua João Laborde; Rua Carlos Lopes e Rua Lúcio Bittencourt. A ação contou com apoio de uma retroescavadeira para remoção dos obstáculos e de um caminhão, para transportar os materiais retirados das ruas.

Ação contou com apoio de veículo blindado – Foto: Divulgação/PMERJ

Ousadia dos criminosos

Recorrente em São Gonçalo, a questão das barricadas é complexa, e vai além de ações policiais para retirá-las, já que, após os agentes saírem, criminosos retornam e recolocam os obstáculos. É o que acontece no cruzamento entre as Ruas Padre Nicolau Luiz e Custódio Duarte, no bairro do Porto do Rosa, que foi assunto de reportagem em A TRIBUNA.

o dia 4 de maio, policiais do 7º BPM (São Gonçalo) realizaram ação para retirada dos obstáculos. Entretanto, dias depois, bandidos voltaram a obstruir a via. Segundo populares, usaram os mesmos materiais que compunham a barricada que foi removida pelos PMs.”Agora está bem pior. Eles retiraram a barricada, mas não levaram aqueles latões. Os bandidos reaproveitaram aqueles latões e agora colocaram pneu, pedras, ficou bem pior”, disse uma pessoa que costuma passar pelo local.

Cabe ressaltar que a remoção de barricadas foi uma das bandeiras de campanha do atual prefeito da cidade, Capitão Nelson (PL). O governo municipal havia informado que o plano municipal de segurança está em fase de elaboração. À reportagem de A TRIBUNA, o tenente-coronel Gilmar Tramontini, comandante do 7º BPM, afirmou, na ocasião, que “assim que tivermos oportunidade iremos remover [a barricada], e vamos remover quantas vezes for necessário”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =