Ruas viram cemitérios de carros abandonados

Praticamente parte do mobiliário urbano de Niterói, várias ruas da cidade colecionam carros abandonados e ‘esquecidos’ em vários pontos. Em Boa Viagem, São Domingos e principalmente na Ponta da Areia, verdadeiros cemitérios de carros velhos marcam algumas ruas. Pneus baixos, sem peças, abertos e enferrujados são algumas marcas que mostram o abandono desses veículos.

Na Rua Visconde do Uruguai, na Ponta da Areia, e na Rua Santa Clara e também dentro da Vila Pereira Carneiro são dezenas de veículos abandonados. A estudante de Direito Gabriela Santos, de 21 anos, disse que se incomoda com essa prática, que está sendo bem comum no bairro tão tradicional de Niterói, na Ponta da Areia.

“Eu acho que isso é errado e isso deixa o bairro feio. Acaba que é uma falta de responsabilidade das pessoas que possuem esses carros. O carro ocupa eternamente uma vaga de estacionamento, gera ferrugem e pode até ser abrigo para pessoas se esconderem. Animais também acabam ocupando o interior do veículo. Isso tudo é muito chato”, desabafou a moradora do bairro.

Na Rua Presidente Domiciano, em São Domingos, dois carros estão estacionados em frente ao Solar do Jambeiro há meses. Na Rua Antônio Parreiras, na Boa Viagem, um Mitsubishi Eclipse verde está há mais de 5 anos estacionado no mesmo lugar.

A NitTrans informou que atua por demanda da população na remoção de veículos que ofereçam risco à segurança viária, à segurança pública ou à saúde pública. Quando identificado o proprietário, lhe é solicitado a retirada do veículo do local onde ofereça risco. Caso não se identifique um responsável, a NitTrans remove o veículo para o depósito público.

São Gonçalo – Desde março deste ano, a Campanha ‘Cidade Limpa’, da Secretaria Municipal de Transportes (Semtran), vem recolhendo das ruas de São Gonçalo, veículos abandonados ou em estado de abandono. As remoções vêm atendendo às demandas da população quanto à remoção desses automóveis que, além de obstruir o passeio público, podem representar risco à população, servindo de esconderijo para criminosos, usuários de drogas e também se transformando em local propício para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, que pode transmitir dengue, chikungunya e zika.

Do início da operação até o fim de outubro, 104 veículos em estado de abandono foram removidos nas ações do Cidade Limpa. A população tem um canal de denúncias exclusivo para remoções de automóveis abandonados, que pode ser feita através da internet, pelo e-mail cidadelimpasemtran@gmail.com

Raquel Morais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 20 =