Royalties revertidos para mobilidade em Niterói

Raquel Morais –

Reestruturação da Alameda São Boaventura, incremento de 50 ônibus elétricos na frota atual e congelamento nos preços das passagens. Esses são alguns investimentos que a Prefeitura de Niterói realizará com a arrecadação dos royalties e exploração de petróleo, que de janeiro a maio desse ano somou R$ 434,7 milhões. A expectativa é que esse valor ultrapasse R$ 1 bilhão até o final de 2018, verba que será investida, em sua maioria, em mobilidade e infraestrutura na cidade.

A administração municipal confirmou a intenção de comprar 50 ônibus elétricos para operar no corredor BHLS da Transoceânica. A medida não implicará no aumento da passagem, que hoje custa R$ 3,90. O advogado especialista em trânsito, Márcio Dias, explicou um pouco sobre como esse investimento melhoraria as condições do município.

“A vantagem do ônibus elétrico é que a energia limpa não prejudica o meio ambiente. A energia é o futuro no mundo. No Japão, por exemplo, já foi lançado o primeiro veículo elétrico inteligente. Ele funciona através de uma manta magnética que carrega os coletivos conforme eles passam. Provavelmente, em Niterói, eles serão carregados nas garagens. Além disso é um carro mais silencioso e ajuda a diminuir o ruído na cidade”, pontuou.

Outro investimento previsto é a elaboração do projeto de reestruturação urbana da Alameda São Boaventura, no Fonseca. A novidade foi divulgada no Diário Oficial e terá valor total de R$ 142.303,61, com prazo de execução de dois meses. O Corredor Metropolitano da Alameda conta com seis plataformas de embarque e desembarque, foi inaugurada em 2010 com promessa de desafogar o trânsito e é alvo de constante depreciação.

“Achei uma notícia muito boa. Uso ônibus para ir da minha casa até o Centro de Niterói todos os dias. Acho que o primeiro investimento que deveria ser feito é para os pontos de parada. Mais bancos e mais tapagem para proteger os passageiros de sol e chuva”, apontou a diarista Maria Aparecida Monteiro, de 40 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *