Roubos de carga e de veículos caem em rodovias estaduais

Na comparação entre os cinco primeiros meses de 2019 com o mesmo período do ano passado, houve queda nos crimes cometidos em rodoviais estaduais, é o que mostram os dados divulgados nesta quarta-feira (05) pelo Governo Estadual. Houve redução dos indicadores de crimes contra o patrimônio: roubos de carga (- 63%), roubos de veículos (- 43%), roubos de rua (- 58%) e roubos em coletivos (- 68%). O saldo operacional também registrou resultado positivo na apreensão de armas (+152%). A Polícia Militar avalia que esta redução aconteceu devido a novas diretrizes de policiamento que estão em vigor desde janeiro.

O novo modelo de policiamento implantado pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) se baseou em duas linhas centrais: análise da mancha criminal e reforço de efetivo e de viaturas nas rodovias estaduais. A ampliação do patrulhamento ostensivo foi possível graças à entrega de 20 novas viaturas no início do ano e a realocação para área operacional de parte do efetivo lotado em atividades administrativas da unidade, além do retorno do RAS (Regime Adicional de Serviço), que possibilita a contratação de policiais em dias de folga.

Além disso, o convênio estruturado pelo Governo do Estado, criando uma sinergia entre DER, Polícia Militar, Detro e Secretaria de Agricultura, também contribuiu para a melhoria do desempenho na área de segurança pública das rodovias.

“O convênio racionalizou as tarefas de cada órgão envolvido, permitindo que os policiais militares passassem a atuar de forma mais efetiva na atividade-fim, que é o policiamento ostensivo”, explicou o comandante do BPRv, coronel Sérgio Amâncio de Souza Porto.

Segundo o coronel, o planejamento adotado com base na leitura da mancha criminal foi o ponto de partida para os primeiros resultados positivos. O BPRv adotou ainda um sistema de reforço periódico, no qual quatro viaturas são deslocadas para dar apoio ao policiamento em outras regiões do estado. Outro aspecto que merece destaque é a requalificação profissional dos policiais da unidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 13 =