Roubo de carros cresce em São Gonçalo

No mês de maio houve queda no indicador de roubo de veículos, confirmando a melhora verificada no mês anterior. Foram 4.382 veículos roubados no estado, o que representa uma diminuição de 5% em relação a maio do ano passado, ou 214 roubos a menos. Em relação a abril de 2018 foram 275 ocorrências a menos. A Área Integrada de Segurança Pública (AISP) 40 (Campo Grande, Cosmos, Inhoaíba, Santíssimo e Senador Vasconcelos) registrou queda de 24% em relação a maio de 2017, sendo o terceiro mês seguido de queda na região. Já a AISP 7 (São Gonçalo) apresentou aumento de 27% (ou 141 casos a mais) quando comparado com maio de 2017. A região concentrou 15% do total de roubos de veículos no estado em maio. Os dados são do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Pelo segundo mês seguido, o roubo de carga apresentou queda quando comparado a maio de 2017 e abril deste ano. Em maio de 2018 foram 752 ocorrências no estado, 488 a menos do registrado em maio do ano anterior ou uma redução de 39%. Em relação a abril deste ano foram 140 ocorrências a menos. Cabe ressaltar que os números deste delito já vinham apresentando queda de cerca de 15% nas duas primeiras semanas de abril comparadas com as duas primeiras semanas de maio. Por isso, ainda que tenha contribuído para a queda em maio, a greve dos caminhoneiros por si só não justifica a queda nos casos de roubo de carga.

O roubo de rua (roubo a transeunte, de aparelho celular e em coletivo) foi outro crime contra o patrimônio que apresentou redução em maio. Foram 11.861 registros de roubo neste ano, uma queda de 1.972 ocorrências em relação a maio do ano anterior, ou uma redução de 14%. Em relação ao mês de abril o indicador apresentou um aumento de 804 ocorrências.

O indicador estratégico de letalidade violenta (homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e homicídio decorrente de oposição à intervenção policial) registrou um aumento de 33 vítimas no estado em maio de 2018. Foram registradas 576 vítimas de letalidade violenta no mês, um aumento de 6%. No entanto, em relação ao mês de abril, foram 16 vítimas a menos. A AISP 15 apresentou uma redução de 30% em relação a maio de 2017. A AISP 32 (Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Macaé, Rio de Ostras, Quissamã e Carapebus) registrou 17 vítimas a mais em maio, um aumento de 8,6% quando comparado com maio de 2017.

Os homicídios registraram um aumento de 46%. Foram 142 mortes neste ano e 97 no mesmo período em 2017. Em relação ao mês anterior, abril, foram 41 vítimas a mais. Por outro lado, em São Gonçalo teve um aumento de 11 vítimas quando comparado com maio do ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *