Rodrigo Neves se defende das acusações e diz que “nunca teve R$ 10 milhões na conta”

Pelas redes sociais o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), se defendeu das acusações de que teria bens da ordem de R$ 10 milhões em sua conta, ao tomar conhecimento de uma decisão da Juiza da 3ª Vara Criminal determinando o bloqueio de seus bens e do ex-secretário de Obras, Domício Mascarenhas. O prefeito nega ter recebido propinas das empresas de ônibus, como consta de denúncia do Ministério Público (MPRJ).

“Eu não tenho e nem nunca tive R$ 10 milhões em minha conta. Esse valor surgiu na decisão liminar de bloqueio de bens, porque o Ministério Público estimou que teria sido desviado por supostas irregularidades. Essa decisão, na prática, não nos atinge, porque só temos um imóvel, nosso bem de família construído com mais de 20 anos de trabalho, e que não pode ser penhorado. A população de Niterói sabe disso (…)”, afirmou Rodrigo Neves.

Confira o vídeo na íntegra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =