Rock in Rio terá esquema especial organizado pela Prefeitura do Rio

A cidade do Rio de Janeiro terá um esquema operacional para receber o Rock In Rio, que acontece nos dias 02, 03, 04, 08, 09, 10 e 11 de setembro, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. A Prefeitura da capital fluminense divulgou em coletiva de imprensa hoje (03) que 26 órgãos do município vão atuar de maneira integrada, com serviços como planejamento de transportes, interdições de vias e limpeza urbana.

Segundo a Prefeitura, serão cerca de mais de dois mil agentes do município, 54 veículos, 23 caminhões e 22 maquinários trabalhando durante o festival, com coordenação do Centro de Operações e Resiliência (COR) da cidade através de 129 câmeras que serão instaladas no entorno da Cidade do Rock, em pontos estratégicos para a mobilidade urbana.

Foto: Beth Santos

Também foi revelado que o público que acessará o local irá contar com um serviço de transporte exclusivo, sob responsabilidade da organização do Rock In Rio, que utilizará a calha do BRT. O Serviço Especial Rock Express tem o objetivo de minimizar o impacto para a população. Outras medidas são o credenciamento de moradores, a instalação de pontos de bloqueios com cancelas na região do Parque Olímpico, o que é uma novidade, interdições nas vias do local das 14h até as 6h, e a proibição do estacionamento na área de interdição.

A ação do serviço exclusivo foi autorizada pela prefeitura. Ou seja, a operação dos ônibus do Serviço Especial Rock Express, a venda de ingressos, as adaptações dos terminais Jardim Oceânico e Alvorada e Centro Olímpico, e os serviços de apoio serão executados pela organização do Rock in Rio.

“Temos um esquema diferente de transportes para este ano. A principal forma de chegar ao festival será usando o serviço especial do Rock Express, sob a responsabilidade e organizado pelo Rock in Rio, que vai levar as pessoas do Jardim Oceânico e Terminal Alvorada até o Parque Olímpico.  É importante que a pessoa compre antecipadamente as passagens de ida e volta, para que possa sair com rapidez do evento. O serviço do BRT que serve à população em geral vai funcionar normalmente”, disse a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

Nos sete dias do Rock in Rio, três serviços do BRT e seis terminais e estações vão funcionar 24 horas, com 17 estações funcionando apenas para desembarque de 0h às 4h. Para acessar o serviço, o usuário deve utilizar o Riocard, como faz habitualmente.

Serviços que funcionarão 24h:

– 11: Alvorada x Santa Cruz
– 51: Recreio x Vila Militar
– 41: Recreio x Madureira

Terminais e estações que funcionarão 24h:

– Estação Riocentro
– Estação Minha Praia
– Terminal Alvorada
– Terminal Recreio
– Estação Salvador Allende
– Terminal Jardim Oceânico

Estações que funcionarão para desembarque de 0h às 4h:

– Estação Novo Leblon
– Estação Pedra de Itaúna
– Estação Gláucio Gil
– Estação Recreio Shopping
– Estação Ilha de Guaratiba
– Estação Mato Alto
– Estação Magarça
– Estação Pingo D’Água
– Estação Santa Cruz
– Estação Santa Efigênia
– Estação Taquara
– Estação Tanque
– Estação Praça Seca
-Terminal Paulo da Portela
– Estação Marechal Fontenelle
– Estação Magalhães Bastos
– Estação Vila Militar

Fechamento das estações de BRT do entorno:


– Rio 2: 22h às 6h (normal do dia a dia)
– Parque Olímpico: 14h às 6h
– Morro do Outeiro: fechada 24 horas durante os dias de evento

“Recomendamos que moradores e quem mais for se deslocar pela região que priorizem o horário da manhã, em que não haverá bloqueios no trânsito. Como grande novidade este ano, vamos fazer o controle das áreas bloqueadas através de cancelas. Os moradores e veículos credenciados receberão tags, que abrirão automaticamente as cancelas, o que vai agilizar bastante os deslocamentos e reduzir a possibilidade de fraudes”, destacou o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis. Nos pontos de bloqueio apenas moradores credenciados previamente por meio das Subprefeituras da Barra e de Jacarepaguá, veículos oficiais e o BRT terão permissão para passar. Uma das interdições no trânsito da região, por exemplo, será na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, no trecho entre a Estrada Arroio Pavuna e Avenida Salvador Allende. (Confira todas as interdições)

Divulgação

A CET-Rio também informou que vai atuar com 210 agentes nas ações de trânsito, entre operadores e equipes de apoio, além de 27 veículos operacionais e 35 motocicletas, que trabalharão para manter a fluidez, coibir irregularidades e orientar pedestres e motoristas. Além disso, cerca de 23 painéis de mensagens variáveis móveis e fixos, faixas e banners serão instalados pela região na orientação sobre horários dos fechamentos e rotas.

VISTORIA DAS CALÇADAS NO ENTORNO DO PARQUE OLÍMPICO

A Secretaria Municipal de Conservação vistoriou as vias e calçadas de acesso do entorno do Parque Olímpico e refez dois quilômetros de calçadas e meios-fios de responsabilidade do poder público. Os proprietários de imóveis no entorno foram notificados para que refaçam calçadas, alinhem rampas e tapem buracos no prazo de 10 dias. Caso não cumpram, a melhoria será feita pela secretaria e os proprietários serão multados.

ESQUEMA ESPECIAL PARA COLETA DE LIXO

A Comlurb preparou um esquema especial com 181 garis por dia na limpeza externa da área do festival, divididos em três turnos, por 24 horas, incluindo toda a extensão da Avenida Abelardo Bueno e vias do entorno, como as avenidas Salvador Allende, Ayrton Senna, Américas, Armando Lombardi e Ministro Ivan Lins, entre outras.

O serviço diário contará com caminhões compactadores, varredeiras e vans com motobomba para lavagem das vias com água de reuso e uma mistura de detergente e hipoclorito, entre outros equipamentos. E, desde o dia 19 de julho, equipe de combate a vetores do Centro de Pesquisa da Comlurb faz operação quinzenal de combate aos roedores na preparação do local.

A companhia também vai distribuir 200 contêineres de 240 litros no percurso entre os terminais rodoviários e o local do evento. Para fiscalizar o descarte irregular de resíduos e pessoas que estejam urinando em vias públicas, o Programa Lixo Zero vai atuar no entorno do Parque Olímpico, inclusive na extensão da Avenida Salvador Allende. 

Na área interna da Cidade do Rock, contratada pela organização, a Comlurb atuará com 761 garis por dia, em programação de limpeza especial e sustentável, também com a colocação de contêineres para o descarte correto dos materiais potencialmente recicláveis e orgânicos. Todo o material reciclável será encaminhado para cooperativas e os resíduos orgânicos irão para o EcoParque do Caju, onde serão tratados e transformados em adubo.