Roberto Salles apresenta programa para UFF

Anderson Carvalho –

O professor e ex-reitor da UFF Roberto Salles reuniu nesta terça-feira (15) um grupo de professores, alunos e apoiadores para apresentar o programa “Nossa UFF de volta”, com propostas para a universidade. O encontrou aconteceu no auditório do Instituto Biomédico, em São Domingos, e teve a presença de cerca de 250 pessoas. Em novembro será instalada comissão eleitoral e aberto o período de inscrição de chapas. Salles pretende disputar a eleição para a Reitoria, que ocorrerá em abril de 2018. Ele foi reitor de 2006 a 2014, em dois mandatos consecutivos e apoiou a eleição do atual, Sidney Mello, que fora o seu vice.

“Reunimos um grupo para pensar, repensar e democratizar programa para que todos possam colocar as suas sugestões. No final do ano, após a instalação da comissão eleitoral, vamos apresentar a nossa chapa. Temos apoio de 15 diretores da atual gestão. Nós nem estamos na administração. Isso mostra que estão acreditando no programa que será construído para nós resgatarmos a universidade. Queremos a nossa UFF de volta”, afirmou Salles.

Segundo o ex-reitor, os principais eixos da proposta são a consolidação do que já foi feito, transparência total da UFF e da Fundação Euclides da Cunha (vinculada à instituição), Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), acessibilidade, inclusão, sustentabilidade, inovação, valorização da graduação e crescimento qualitativo, aproveitando e melhorando os cursos de graduação e pós-graduação e a pesquisa.

Entre os presentes estavam os professores Francisco Palharini, Wainer da Silveira e Silva (que já foram candidatos a reitor em eleições anteriores), Antônio Serra, entre outros; o ex-reitor Pedro Antunes; o presidente da Câmara Municipal de Niterói, Paulo Bagueira (SD); a secretária municipal de Educação, Flávia Monteiro de Barros; o presidente da Fundação Municipal de Educação, José Henrique Antunes; entre outros.

“Há necessidade de fortalecer o ensino público na busca do conhecimento, igualdade de direitos e o desenvolvimento da vida”, declarou Serra, em defesa do programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =