Rio tem queda nas adesões de planos de saúde

Raquel Morais –

O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) divulgou que a quantidade de beneficiários de planos de saúde aumentou em 0,1% entre o mês de Abril de 2018 comparado com Abril de 2017, o que compreenderia 34,7 mil novas adesões. Porém a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou que no Rio de Janeiro as adesões caíram 1,3% (de 5.512.460 em abril de 2017 para 5.440.358 em abril de 2018). Já os planos odontológicos tiveram alta, no mesmo período, de 1,2% (de 2.857.220 no ano passado para 2.893.275 em 2018).

A nota da ANS indica que os números reafirmam a tendência de estabilidade que vem sendo observada no setor em 2018, com crescimento no comparativo mensal e ligeiro aumento no comparativo dos últimos 12 meses, encerrados nesse mês. São 47,3 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares, cerca de 216 mil a mais do que o número registrado em março, e 34,7 mil a mais em relação a abril do ano passado. Os planos exclusivamente odontológicos mantêm a trajetória de crescimento observada nos últimos anos e registraram, em abril, 23,1 milhões de beneficiários, aumento de cerca de 212 mil usuários na comparação com o mês anterior e de 1,3 milhão em relação a abril de 2017.

A dona de casa Adriana Santos, de 29 anos, é um desses exemplos. A jovem tinha plano de saúde através da empresa do marido, mas perdeu o benefício após ele ter sido mandado embora.

“Com o orçamento apertado eu não pude continuar pagando o meu plano particular e tive que passar a usar a rede pública de saúde. Seria mais R$ 200 de despesa no final do mês e infelizmente não posso assumir isso agora. Demora um pouco mais o atendimento, mas acaba que não tenho opção, tenho que esperar”, frisou a moradora de Tanguá que conseguiu consulta na manhã de sexta-feira (15) no Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap), no Centro de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =