Rio é o terceiro estado com gasolina mais cara

Raquel Morais –

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou no Diário Oficial uma tabela com os valores médios para a gasolina em todo o país. O Rio de Janeiro é o terceiro com o valor por litro mais caro no Brasil: R$ 4,4160, ficando atrás apenas do Acre e Minas Gerais, com R$ 4,8265 e R$ 4,4203, respectivamente. As médias passam a vigorar em 1º de janeiro de 2018 e motoristas que utilizam o combustível em seus carros não gostaram da novidade. Na Região Metropolitana II, o município de Niterói ficou acima da média estadual em 4,93%. Enquanto o litro no Rio de Janeiro custa em média R$ 4,416, na cidade sorriso esse valor salta para R$ 4,634.

Um dos fatores que facilitam o aumento do preço desse combustível é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que gira em torno de 32%, além de outros encargos. Dados do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro (Sindcomb) apontam uma queda de 25% nas vendas da gasolina em 2017.

“Eu só uso a gasolina para ligar o carro e para subir ladeiras. O valor está muito alto e prefiro usar o GNV (Gás Natural Veicular) para economizar”, pontuou o empresário Paulo Oliveira, de 65 anos.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulga semanalmente os preços dos combustíveis nos municípios. Em Niterói, o valor médio foi de R$ 4,634, sendo o valor mínimo de R$ 4,179 e o máximo de R$ 4,899 por litro. Já em São Gonçalo a média é de R$ 4,522, com mínimo de R$ 4,299 e máximo de R$ 4,699. Em Maricá, o valor é mais em conta, com média do litro de R$ 4,344 e valor mínimo e máximo de R$ 4,099 e R$ 4,589, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =