Rio das Ostras endurece medidas contra Covid-19

Depois de Rio e Niterói adotarem medidas mais restritivas para o combate do avanço da Covid-19, na terça-feira (23) foi a vez do município de Rio das Ostras publicar um decreto para conter o avanço do contágio pelo novo coronavírus. Segundo a prefeitura, as novas ações foram motivadas pelo avanço da taxa de ocupação dos leitos na cidade que alcançaram 100%, nos leitos clínicos e das UTIs.

Outro fato que preocupa o governo da cidade é “superferiadão” adotado pelo Estado do Rio de Janeiro, junto com o fechamento de bares e restaurantes no Rio e em Niterói, pois isso pode impactar em uma migração de pessoas para a região. Assim, o novo decreto fecha bares, quiosques, depósitos de bebidas, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e similares existentes na cidade. Além disso, não será permitida a permanência nas praias, praças, lagoas, lagos, rios, parques e mirantes, academias, estúdios, similares e afins. Ao contrário de Rio e Niterói, não estão liberadas as manifestações religiosas presenciais dentro de templos de qualquer natureza.

Seguem sendo permitidas as práticas esportivas individuais a céu aberto, mas os cultos, missas ou qualquer manifestação religiosa deve ser feita de forma on-line, assim como o atendimento individual de aconselhamento espiritual ou confissões nos templos, desde que não promovam aglomerações e sigam todas as medidas de prevenção.

Barreiras vão impedir a entrada de visitantes

Para garantir o cumprimento das novas medidas, a prefeitura vai intensificar a fiscalização, com equipes da Coordenadoria Geral de Fiscalização e Postura (Comfis) e do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Guarda Civil Municipal. A Administração também vai contar com o apoio da Polícia Militar. As ações serão feitas em conjunto com a Prefeitura de Casimiro de Abreu, mantendo barreiras sanitárias nas entradas da Cidade.

Apenas moradores com comprovante de residência, trabalhadores com comprovação, pacientes com consultas devidamente comprovadas, audiências em tribunais (apresentar citação/intimação), atendimento em órgãos públicos com comprovante de agendamento, profissionais da área de Saúde e Segurança em serviço, com as devidas comprovações, veículos oficiais em serviço e ambulâncias terão permissão para passar nas barreiras.

Todos os veículos são parados e os motoristas e passageiros passam por uma avaliação da equipe da Saúde para que nenhuma pessoa ingresse em Rio das Ostras e Casimiro de Abreu com sintomas de síndrome gripal ou Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =