Rio Bonito ganha selo que garante locais turísticos ‘limpos’ do coronavírus

A Prefeitura de Rio Bonito, para conter o avanço da pandemia, vai começar a distribuir protocolos para que os locais atuantes na área do turismo possam ser considerados ambientes limpos e seguros para o visitante. A cidade está com os estabelecimentos fechados e pretende que os setores possam receber o selo ‘Rio de Janeiro Turismo Consciente’, lançado pelo governo estadual para comprovar a segurança ao público. O material será entregue para quem cumprir as regras estipuladas.

Segundo a secretária de Turismo de Rio Bonito, Carmen Motta, essa pode ser uma ótima estratégia para que os estabelecimentos turísticos atraiam seus clientes e se recuperem mais rápido.

“Com o selo, o empresário pode mostrar que está preocupado com a prevenção, e o turista pode ficar mais seguro ao viajar”, disse a secretária.

De acordo com ela, a intenção é que estabelecimentos se comprometam a seguir recomendações sanitárias do Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS), e dessa forma auxiliar na retomada gradual das atividades turísticas fluminense. “Seguindo as determinações elaboradas pela Secretaria Estadual de Turismo, o comércio ganhará o selo, e o turista, por sua vez, fiscalizará se o local está seguindo as regras, e se detectar o descumprimento, poderá denunciar o prestador de serviço. Tudo será feito online através do site www.turismoconscienterj.com.br.”, afirmou Carmem Mota.

No site, o usuário pode encontrar as áreas da empresa e do turista e também ter acesso ao manual ‘10 Mandamentos para o Turismo Consciente’, regras que os estabelecimentos devem seguir. A ideia é ter disponível no site, informações rápidas e diretas para que o público consumidor identifique em cada localidade, quais prestadores de serviços turísticos estão cumprindo as regras impostas.

Será obrigatório ainda, prestar informações aos clientes sobre a importância das regras que estão sendo seguidas, o uso de tecnologias que dispensem aproximação ou contato físico, e o controle de qualidade, que determina que os empresários terão que ficar atentos às regras específicas e atualizadas propostas para cada uma das atividades exploradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *