Rio Bonito entra em Bandeira Laranja

A prefeitura de Rio Bonito publica um novo decreto, nesta terça-feira (11), no Diário Oficial da cidade, colocando o município novamente no nível de Bandeira Laranja nos índices de enfrentamento da Covid-19, com alto risco de contágio do Coronavírus. A cidade estava em Bandeira Amarela desde o fim do ano passado, após um pico de contaminação que levou a cidade à Bandeira Vermelha em novembro.

Com a nova bandeira estabelecida no município, a administração municipal deve observar as flexibilizações e restrições descritas no Decreto n° 050/2021 de 26/04/2021, que dispõe sobre o Plano de Retomada das Atividades e define as medias a serem adotadas pela cidade enquanto perdurar a Bandeira Laranja.

Assim, pela regra das Etapas De Reorganização Política e Socioeconômica em Meio à Pandemia, as medidas em vigor são: a circulação e aglomeração de pessoas devem ser evitadas; locais públicos de lazer não devem ser utilizados; algumas atividades, como lojas de rua, centros comerciais, feiras, comércio ambulante, atividades desportivas ao ar livre de acordo com a matriz podem funcionar desde que respeitando as limitações de espaço e protocolos de higiene. Restaurantes devem obedecer o distanciamento de 1,5 metros entre as mesas.

A prefeitura recomenda ainda que as pessoas que são do grupo de risco devem permanecer isoladas em suas residências. Pessoas em geral devem evitar sair de suas residências, fazendo somente quando necessário. Se faz uso obrigatório de máscaras, em ambientes abertos ou fechados e quando for interagir com pessoas que não sejam do convívio domiciliar.

Viagens não essenciais devem ser canceladas e remarcadas posteriormente e visitas a hospitais e lar para idosos ficam suspensas. Comércio informal, inclusive ambulante, cuja operação não possa ser executada cumprindo plenamente as medidas sanitárias e de distanciamento social vigente, estão vedados.

Como justificativa, o prefeito Leandro Peixe (Republicanos), afirma no decreto que essas medidas são indispensáveis para preservar vidas e para garantir o bem-estar da população. “Necessário fez-se, a elaboração do plano de retomada das atividades no município, o qual tem por objetivo principal nortear as regras para que a retomada ocorra de maneira gradual, planejada, previsível, segura e responsável, o que deverá ser feito através de decretos periódicos, com base nas informações da vigilância epidemiológica em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde”, diz o decreto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.