Rio Bonito debate o que fazer com os corpos de pacientes mortos com Covid-19

A Prefeitura de Rio Bonito se prepara para contratar uma empresa para administrar os cemitérios da cidade e colocar cadáveres com coronavírus em contêineres com segurança e licenciamento ambiental. A informação foi dada ontem pelo Executivo, que, por orientação do governo estadual e por meio da Defesa Civil, está debatendo sobre o Plano de Contingência da Gestão de cadáveres da Covid-19, no município. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde o município tem 29 casos confirmados e três mortes.

Segundo o Prefeitura, ontem representantes da Defesa Civil, dos cemitérios públicos e particulares, secretarias de Saúde, Promoção Social, Obras e Gabinete se reuniram e discutiram as estratégias a ser tomadas, caso o número de mortes aumente muito e a cidade entre em um colapso.

Os dois dos principais assuntos que ainda serão definidos, foram: um local que funcione como cemitério emergencial para sepultamento dos mortos por Covid, e a locação de um caminhão ou câmara frigorífica para armazenar corpos desses falecidos com o vírus, caso a cidade entre em colapso funeral.

“Na próxima semana, o mesmo grupo se reunirá novamente para fechar o plano que será seguido na cidade”, informou a Prefeitura em nota.

De acordo com o chefe da Defesa Civil do município, Aldeci Mendonça, a intenção é que o município se planeje para um possível colapso. “Temos que ficar preparados, pois se a cidade tiver um colapso e muitas pessoas vierem a óbito, precisamos estar prontos”, disse Mendonça.

CIRCULAÇÃO INTERNA

Com a intenção de melhorar a mobilidade do município, também ontem, a Prefeitura de Rio Bonito permitiu que as pessoas voltem com mais facilidade para suas casas. A Secretaria de Ordem Pública fez mudanças em algumas barreiras e iniciou a volta da circulação interna dos ônibus que já podem passar pelas barreiras da Rua Vereador Joaquim de Castro (subida do Boqueirão), e da Avenida Martinho de Almeida, em frente ao Supermercado Supermarket, na Mangueirinha. Os veículos de emergência, como ambulâncias e viaturas do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Militar, já estavam com a passagem liberada.

Segundo o secretário de Ordem Pública, Márcio Soares, a intenção da Prefeitura é que as pessoas possam voltar com mais facilidade para suas casas e assim continuar a quarentena “Nossa intenção é que com a abertura dessas vias, a mobilidade das pessoas fique melhor, ou seja, com os coletivos liberados nessas ruas, as pessoas podem voltar para casa, para sua quarentena mais rápido, e assim se expor menos ao risco” explica o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =