Reunião entre Anvisa e Butantan busca liberar CoronoVac em crianças.

Técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e representantes do Instituto Butantan se reuniram nesta sexta-feira (13), para discutir a ampliação do uso da vacina CoronaVac em crianças. O encontro foi para avaliar a indicação da vacina em crianças de 3 a 5 anos. 

No iníc desta semana, o Butantan enviou  dados e informações em resposta ao pedido de exigência feito pela Anvisa, para suprir lacunas no processo. Os dados ainda estão em análise pela equipe técnica da agência, porém, ainda não contempla todos os itens indicados pela equipe técnica no pedido de exigência.

Segundo o Butantan, as informações restantes, que são dados atualizados de estudos de efetividade da vacina feitos no Chile, ainda serão enviados à Anvisa. De acordo com o laboratório, os dados já foram solicitados aos pesquisadores chilenos e serão compartilhados com a agência.

O Butantan pediu a liberação da vacina à Anvisa em 11 de março deste ano. O instituto solicitou que fosse feita uma alteração na bula da CoronaVac para que a vacina pudesse ser recomendada para crianças entre 3 e 5 anos. 

Atualmente a vacina está liberada para toda a população adulta, adolescentes e crianças com mais de 6 anos. Ainda não há prazo para a conclusão da análise. 

Nas últimas 24 horas o país registrou mais 25.609 novos casos da doença e 125 mortes associadas a complicações da doença. Os dados são do Ministério da Saúde divulgados nesta sexta-feira (13).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.