Restaurante Popular tem estoque até quinta-feira

Aline Balbino

Termina nesta quinta-feira (03) o estoque de comida no Restaurante Popular Jorge Amado, no Centro de Niterói. Diante da falta de repasse do Governo do Estado e da dívida milionária, a unidade pode fechar as portas em breve. Somente este mês, sete funcionários foram demitidos porque a empresa que administra o restaurante não está conseguindo arcar com todos os custos, principalmente lidando com a falta de repasse. O cardápio na unidade continua muito fraco, comparando com os anos anteriores. Na última sexta-feira (28), o menu era salsicha com molho, polenta, salada simples e suco de laranja. Na unidade, já chegou a ter peixes, frango e carne bovina.

Frequentadores ficam preocupados com o fechamento. O motorista aposentado Jorge Mariano Neves, de 69 anos, frequenta sempre a unidade. Diariamente são servidas 1.550 refeições e 400 cafés da manhã.

“A comida aqui já foi melhor, mas ainda é muito boa. É uma comida bem feita, revisada por um nutricionista. Infelizmente tem deixado a desejar, mas é melhor isso que nada. Eu como aqui todo dia e sinto que será uma pena se isso fechar. Muita gente vai ficar com fome porque não tem como comer. Isso é muito triste”, disse Jorge.

No início do mês, a Cozinha Carmense, empresa que administra o restaurante, aceitou manter o local por mais um tempo a pedido dos próprios clientes. O Governo do Estado foi procurado, mas até o fechamento não se pronunciou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 2 =