Ressaca até domingo deixa praias cheias de surfistas

Raquel Morais –

A passagem de um ciclone extratropical pela costa da Região Sudeste modificou a paisagem de várias praias de Niterói. E não é só a Região Oceânica que tem praias queridinhas dos surfistas. O point do momento é a Praia de Icaraí, na altura da Pedra de Itapuca, que está reunindo dezenas de surfistas que curtem as ondas ‘lineares’ que permitem mais movimento. Pelo menos até o domingo (21) o mar ficará alto com risco de ressaca e ondas de 1 a 3 metros de altura. As condições favoráveis permitiram o agendamento do campeonato Itapuca Legend V a partir das 7h. E não é só Niterói que está atraindo os amantes do esporte. O campeonato Maricá Surf Pro/AM já começou e está com final marcada para hoje na praia de Ponta Negra.

Segundo o Climatempo, os ventos fortes provocados pelo ciclone extratropical e a massa de ar frio que fica no mar vão manter o mar agitado por vários dias consecutivos. Isso acontece na altura do litoral do Rio de Janeiro e de São Paulo e foi responsável pelos fortes ventos dos últimos dias e do mar agitado.

O surfista Alexandre Alexandrino, de 33 anos, preferiu surfar de madrugada, mas não conseguiu deixar de ir ao calçadão da praia para admirar as ondas e dar uma força aos amigos. “Prefiro surfar de noite, pois o mar fica mais vazio. Essa parte da praia é uma delícia para os surfistas e todo ano, nesse período, acontece isso. As ondas daqui são em linha e permitem mais manobras, diferente do que acontece em Itacoatiara, por exemplo, lá é em tubo e mais forte”, exemplificou o também professor de educação física.

Amanhã, está marcado um campeonato a partir das 7h e 70 surfistas se inscreveram em várias categorias: master, open, legend, feminino e long board. “Vai ser uma festa esse campeonato. Vale a pena assistir e será um show, pois temos muitos talentos na cidade”, completou Alexandrino.
A Marinha do Brasil emitiu a seguinte nota ‘uma das dicas mais importantes para esse período é evitar o banho de mar e esportes na praia, além de não permanecer em mirantes ou em locais próximos ao mar e evitar trafegar de bicicleta na orla caso as ondas estejam atingindo as calçadas. Os pescadores também devem tomar cuidado e evitar navegar durante o período de ressaca’. Em caso de emergência acione imediatamente o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =