Representações comerciais de Niterói pedem abertura das lojas para venda de Dia das Mães

Após anúncio da Prefeitura de Niterói para a prorrogação até dia 15 de maio para o período de isolamento social, representações comerciais da cidade pretendem tentar reverter a situação. A proximidade da celebração do Dia das Mães, segunda data mais importante para vendas depois do Natal, está preocupando os comerciantes da cidade.

A estimativa do Sindicato dos Lojistas do Comércio (Sindilojas Niterói) é que se o comércio não voltar a funcionar cerca de 40% das lojas irão fechar definitivamente. No início dessa semana a entidade estimou 30% de falência, mas os dados foram atualizados.

O presidente do Sindilojas Niterói, Charbel Tauil, comentou que os comerciantes estão desesperados e ele vai tentar uma reunião urgente com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves; além de mandar um email sobre o assunto. “Uma decepção para o comércio todo em geral. O prefeito não quis ouvir o Sindilojas e não sei quem ele ouviu, mas a atitude dele foi realmente estranha. Um supermercado grande tem muito mais gente do que teria em uma rua, em umas lojas. Se até hoje morreram 20 pessoas eu acho que CNPJ vão morrer uns 200 e de pessoas vão morrer mais. Acho que a gente vai chegar a suicídios, infartos, depressões. É uma coisa tenebrosa o que o prefeito está fazendo e isso vai para conta dele depois. Talvez se ele não gostasse das propostas do sindicato ou de outras entidades deveria chamar pois poderia ver outras dezenas de propostas. Mas realmente não abrir nada até dia 15 eu acho muito estranho. Estamos preocupados com a vida, temos muito receio de tudo isso, com todos os cuidados, mas não abrir nada até 15 de maio vai ser um caos”, ponderou.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL-Niterói), Luiz Vieira, também comentou a situação e reforçou a importância das vendas para o Dia das Mães para o comércio. “Na reunião de ontem [quarta-feira – 29] o prefeito alegou que o número de casos subiu muito. Estamos caminhando para a superlotação dos hospitais. O número de casos subiu muito. É muito complicado hoje reabrir o comércio. Ele entende a situação e o comércio prometeu que irá fazer uma reabertura parcial a partir do dia 15. Em questão dos Dia das Mães é a segunda data mais importante depois do Natal. O prefeito deverá dar uma posição sobre essa questão”, frisou.

ISOLAMENTO SOCIAL

O isolamento foi prorrogado até o próximo dia 15 de maio e o anúncio foi feito, pelo prefeito, na última quarta-feira (29). A intenção é deter o avanço da proliferação da doença em Niterói. De acordo com o prefeito Rodrigo Neves, a única exceção na quarentena é para serviços médicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 14 =