Relatório revela que 1 em cada 10 pessoas de países pobres receberá a vacina contra Covid-19 em 2021

Apenas uma pessoa em cada dez, de cerca de 70 países em desenvolvimento ou pobres, devem receber a vacina contra a Covid-19, no ano de 2021. É o que aponta um relatório divulgado pela People’s Vaccine Alliance. O motivo seria que a maioria dos produtos mais promissores, entre elas as vacinas da Moderna, da Pfizer e da Astrazeneca, já foram compradas pelos países mais ricos.

Na Europa, nos Estados Unidos e na maioria dos países do Leste Asiático, os governos já adquiriram milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 e preparam os planos de vacinação para as populações. No Reino Unido, a vacinação em massa dos grupos mais vulneráveis começou na terça-feira (8) e, embora ainda aguardem pela aprovação das agências de medicamentos, os Estados Unidos e a Europa já encomendaram vacinas suficientes para imunizar as populações a partir das próximas semanas. 

O estudo aponta ainda que os países mais pobres não terão condições de vacina nove em cada dez pessoas, ao contrário dos mais ricos que estão adquirindo em massa as três vacinas para as quais foram anunciados resultados de eficácia. Os países mais ricos, ou pelo menos com capacidade para comprar doses suficientes das vacinas e proteger a população da Covid-19, representam apenas 14% da população do planeta, mas detém 53% das vacinas mais promissoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =