Regulação única de leitos deve começar dia 12 no Rio

A regulação de leitos de Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado do Rio de Janeiro deve começar a funcionar de forma unificada na próxima semana, segundo previsão do secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, e do secretário municipal de Saúde da capital, Daniel Soranz. Chaves adiantou ontem que a regulação conjunta pode ter início na terça-feira (12), e que o estado trabalha para unificar toda a regulação da alta complexidade logo em seguida.

“Estamos preparados para terça-feira lançar em conjunto a regulação única da covid. Mas esse é só o começo. Quero imediatamente após, na semana seguinte, a regulação total da alta complexidade na central de regulação”, disse.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, mais de 900 leitos foram abertos desde novembro, e o governo prevê abrir o Hospital Modular de Nova Iguaçu ainda este mês, até o dia 20. Chaves detalhou que a unidade abrirá com 150 leitos, sendo 50 de unidades de terapia intensiva (UTI) e 100 de enfermaria. Inicialmente, a previsão era de que o hospital teria 300 leitos.

Vacinação

O secretário estadual de Saúde afirmou que o Rio de Janeiro está pronto para iniciar a vacinação contra covid-19 quando as vacinas estiverem disponíveis para aplicação. Ele voltou a afirmar que o estado já tem oito milhões de agulhas e seringas e deve receber mais oito milhões este mês. Segundo dados divulgados no domingo, o estado do Rio deve vacinar 5,4 milhões de pessoas nas primeiras quatro fases da vacinação, focadas nos grupos prioritários.

“Estamos prontos, sim. Problemas que acontecerem poderão ser tratados rapidamente”, afirmou.

O médico sanitarista da Secretaria de Estado de Saúde, Alexandre Chippe, explicou à imprensa que o governo do estado do Rio acompanhará as etapas do Ministério da Saúde para a vacinação de cada grupo prioritário.

Obrigatoriedade – “A gente entende que a prerrogativa de vacinação, do programa de vacinação ou da política de vacinação nacional deve ser do Ministério da Saúde. Essa é a única forma de a gente garantir equidade”, disse Chieppe, que também explicou que o estado seguirá o entendimento do governo federal em relação à obrigatoriedade da vacina.

“Do ponto de vista de política pública, é de responsabilidade do Ministério da Saúde decidir se será obrigatória e, não sendo, se haverá algum tipo de restrição para o indivíduo que não se vacinar”, observou.

Chieppe disse, ainda, que o estado trabalha com diversos cenários para o início da vacinação, que vão desde o recebimento de poucas doses a milhões de doses de uma só vez. Segundo ele, o estado tem recursos humanos e insumos suficientes para quintuplicar a capacidade de aplicação de doses, com a participação de bombeiros e a reserva de espaços privados como shoppings e estacionamentos.

“A velocidade da vacinação vai depender da velocidade de chegada das vacinas”, frisou.

Painel de dados

Os secretários apresentaram ontem o novo painel estadual de informações sobre a pandemia no estado do Rio, que traz detalhes sobre casos, óbitos, internações e outros indicadores importantes, como o Mapa de Risco do Estado do Rio de Janeiro e a ocupação dos leitos de UTI e enfermaria.

Alexandre Chieppe explicou que as informações já estavam disponíveis publicamente, mas o novo formato torna a visualização mais clara para o público sem conhecimento técnico.

“Foi um aprendizado. A gente tinha um painel com as informações disponíveis, mas, na nossa opinião, estavam disponibilizadas de forma muito técnica e que dificultava o acesso do público leigo e da imprensa. O que a gente fez foi deixar de forma mais clara”, explicou.

No novo Painel Coronavírus, todos os dados serão atualizados diariamente, a partir das 17h. A informação detalhada de cada indicador estará disponível nas abas internas. O painel abre com os números de casos e óbitos registrados nos sistemas de informação nas últimas 24 horas, o que não quer dizer que tenham ocorrido neste período. A taxa de ocupação de leitos no estado é calculada com base nas informações enviadas pelos municípios. O site traz ainda informações consolidadas a respeito de cada um dos 92 municípios do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + onze =