Reforço no turismo

De olho em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, a Prefeitura de Macaé oferece uma série de cursos de qualificação profissional, gratuitamente. Um deles é o de Agentes de Informações Turísticas. Como parte prática, os alunos do curso realizam visitas a pontos turísticos e históricos da cidade, um e Forte Marechal Hermes.

Os cerca de 30 alunos inscritos no curso são oriundos do Ensino Fundamental II de colégios municipais, Guarda Mirim e do Projeto Nova Vida. Eles estão se dedicando à visitação de patrimônios históricos, essa foi a terceira visita guiada. A expectativa é que no segundo semestre eles visitem as ilhas, o Parque Atalaia, a região serrana, a Igreja de Santana, entre outros.

“Já conseguimos quatro estágios com a iniciativa privada, dois em uma agência turismo e outros dois no Convention Bureau, além de um curso de mergulho, bem como duas vagas de empregos para os nossos alunos. Nosso objetivo é formar e conduzir esses jovens para o mercado de trabalho atendendo uma necessidade do município na área de turismo e oportunizando a eles uma profissão de trabalho como geradora de renda para seu próprio sustento”, informou o coordenador do Curso de Agentes de Informações Turísticas, Samuel Marques.

O professor de Patrimônio, História, Cultura e Turismo Local e Meio Ambiente, Bruno Rodrigues, ressaltou a importância das visitas guiadas nos pontos turísticos para uma boa formação. “Os alunos tiveram primeiro as aulas teóricas para depois começar as práticas. Todas as visitas guiadas são feitas com base nos conteúdos aplicados dentro de sala de aula. Nossos alunos são de Macaé e a maioria deles não conheciam a história da cidade e seus pontos turísticos. Por conta desse contexto, estamos com esse planejamento de apresentar esses locais para que tenham base no conhecimento dos espaços e, na conclusão do curso, estejam aptos a exercer o que o curso propõe”, explicou Bruno, graduado em História e especialista em História Regional e Paleografia.

Para o Cabo do Forte Marechal Hermes e aluno do Curso de Agentes Turísticas, Rulliano Golçalves Santana, 25 anos, o curso abre muito a cabeça do aluno. “A formação tem nos mostrado todo o potencial turístico de Macaé. Aqui no Forte recebemos militares de todo país e essa formação vai me proporcionar um conhecimento amplo até mesmo para ajudar os soldados que chegam e ficam por um mês se instalando para depois trazer suas famílias. Pretendo fazer dessa qualificação a minha profissão”, frisou.

No final do curso, os jovens estarão aptos a conhecer a estrutura do mercado turístico, identificando na cidade serviços e produtos de interesse do turista com roteiros, programações, fatos históricos, culturais e artísticos locais, além do patrimônio natural e informações geográficas do município.
A formação é oferecida pela Secretaria Adjunta de Qualificação Profissional, ligada à Secretaria de Educação. A carga horária é de 120 horas. Inscrições para novas turmas estão previstas para o segundo semestre, em data ainda a ser divulgada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *