Referência na oftalmologia, Dr. Miguel Rivello morre vítima de covid

Uma das referências clínicas em oftalmologia no Leste Fluminense, o doutor Miguel Rivello foi mais uma vítima da covid. Conhecido pela simpatia e cordialidade com os pacientes, e também por atuar nos exames de vista para o Detran RJ, o profissional atendia a pacientes em Niterói e em Rio Bonito. O falecimento no último domingo (12), e o sepultamento aconteceu ontem (13) no Cemitério Jardim das Acácias. Ele era irmão do também doutor Tarcísio Rivello, diretor do Hospital Universitário Antônio Pedro.

Nascido Miguel Plínio Rivello Telles, ele deu os primeiros passos na carreira quando ainda estava na faculdade. O início foi integrando o quadro de alfabetizador do Programa Nacional de Alfabetização, sendo aprovado em 1964. Quatro anos depois, em 1968, formou-se em Medicina e Cirurgia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

A paixão pela oftalmologia surgiu quando ele iniciou a residência na área ainda na época de estudante, em 1965. Concluiu o processo em 1973 quando se formou pelo Centro de Estudos e Pesquisas Oculistas Associados. Além disso, ele chegou também a atuar como médico no Antônio Pedro.

Em quase 50 anos de carreira, atendeu a 1684 pacientes apenas na região de Rio Bonito até julho deste ano somente nos atendimentos oftalmológicos. Em Niterói, ele atendia a pacientes em consultórios em Icaraí, na Zona Sul e no Centro.

Por ser concursado pelo Detran, especializou-se como perito e chegou até a integrar a Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícias Médicas.

Em 3 de julho deste ano, ele chegou a inaugurar uma nova clínica de atendimento em Rio Bonito, localizada na Avenida Sete de Maio, Nº 50, no Centro de Rio Bonito. Porém, ele acabou sendo internado pela doença poucos dias após a inauguração, não resistindo às complicações da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + treze =