Refeição mais barata para calouros e veteranos

Alunos de graduação que estudam na Cidade Universitária podem pagar R$ 1 e almoçar no Restaurante Popular da Aroeira. A medida foi garantida com a sanção feita pelo prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, que aumentou o número de refeições de mil para 1,5 mil diárias, ação que beneficia os universitários sem prejudicar o atendimento à população.

Segundo o secretário de Educação, Guto Garcia, a ampliação atende aos pedidos antigos dos universitários. “Vamos beneficiar alunos da Universidade Federal do Rio de Janeiro, da Faculdade Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) e do campus Macaé da Universidade Federal Fluminense (UFF)”, anunciou.

O preço de R$ 1 é o mesmo oferecido à população. A possibilidade contribui com o orçamento dos alunos e facilita o dia a dia daqueles que em sua maior parte estuda o dia todo na universidade. As refeições elaboradas por nutricionistas contam com arroz e feijão, proteína, salada, suco e sobremesa. O atendimento ao público acontece de segunda a sexta-feira, de 10h45min às 13h na Rua Gastão Henrique Schueler, 153, na Aroeira.
Os alunos Gabriel Lessa e Gabriel Trindade, que fazem Ciências Biológicas, almoçaram nesta segunda-feira no Restaurante Popular e afirmaram que a refeição no local vai contribuir com a redução de gastos. “Nosso gasto é enorme. Estudamos o dia todo. Temos muitas atividades a executar. Ainda pagamos aluguel e passagens para irmos visitar nossos pais. É muita luta. Agora poderemos economizar”, conta Gabriel Lessa, que é de Nova Iguaçu (RJ).

Já o mineiro Gabriel Trindade lembra que a possibilidade de almoçar por R$ 1 é uma chance para os alunos que ainda não contam com o popular bandejão e têm dificuldades para manter as finanças em dia. “Gastamos com livros, xerox e outras demandas da universidade. Estamos sonhando com algo que nos ajude, e veio o Restaurante Popular com transporte de graça”, observa.

Parceria garante mais atendimentos
A ampliação do atendimento do Restaurante Popular faz parte de uma parceria entre a Prefeitura de Macaé e a subprefeitura da UFRJ. A medida foi elogiada pelos universitários, que na semana passada participaram de um evento-teste de logística e de degustação da alimentação. A expansão do atendimento foi acertada junto ao prefeito de Macaé, Dr Aluizio, secretário de Educação, Guto Garcia, além da diretora da UFRJ, professora Arlene Gaspar, o subprefeito do campus UFRJ-Macaé, Pedro Augusto Manfredo e representantes dos alunos.

Para o deslocamento dos alunos, a UFRJ está disponibilizando transporte gratuito para almoço em intervalos regulares para atender à demanda das 12h às 13h30min. São dois ônibus que percorrem itinerários como o polo do IMCT, Cidade Universitária, além do polo do Nupem da Ajuda, Nupem do São José do Barreto e Hospital Público de Macaé (HPM), que conta com alunos-universitários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 13 =